Novas adesões 211 165 540
Apoio ao cliente 219 441 113
Hemoglobina baixa é sinónimo de anemia

Anemia: como abordar este problema

3 mins. leitura

A anemia é um problema de saúde que afeta uma grande parte da população.

Trata-se de uma diminuição do número de glóbulos vermelhos no sangue ou da concentração de hemoglobina, que compromete o transporte de oxigénio aos órgãos e tecidos do organismo.

Nas fases iniciais, a anemia pode ser assintomática, sendo apenas detetável através de análises de rotina ao sangue.

A forma mais comum de anemia está associada à carência de ferro, embora existam outras causas possíveis.

Embora não seja perigosa, pelo menos até que se torne grave, a anemia pode ser um sinal de alerta para problemas de saúde sérios. Convém, por isso, estar vigilante.


Compreender a anemia

Sintomas

Uma vez que se trata de uma condição em que há comprometimento do transporte de oxigénio aos órgãos e tecidos do organismo, a anemia manifesta-se de diferentes formas, que variam, nomeadamente, conforme a gravidade do caso e a pessoa.

Alguns dos sintomas podem ser desvalorizados, sobretudo aquele que está quase sempre presente: o cansaço.

Eis uma lista dos sintomas mais frequentes:

  • Fadiga (cansaço maior do que o habitual);
  • Falta de ar (estranha para um nível de esforço que a pessoa conseguia fazer no passado recente sem dificuldades);
  • Palpitações (batimento irregular do coração).

Menos comuns:

  • Dores de cabeça;
  • Zumbido nos ouvidos;
  • Paladar alterado.

Raros:

  • Desejo de comer objetos não comestíveis (por exemplo: gelo, papel, terra, barro);
  • Dores na língua;
  • Dificuldade em engolir.

A anemia pode, também, causar alterações à aparência do indivíduo. Os sinais mais frequentes são:

  • Palidez (mais do que era normal);
  • Língua extremamente macia;
  • Cortes dolorosos nas comissuras da boca;
  • Unhas secas, escamosas ou em forma de colher

Além destes sintomas é extremamente importante estar atento a outros que se encontram associados às causas da anemia. Por exemplo:

  • Sangue nas fezes e perda de peso;
  • Olhos amarelos (icterícia).

Causas

A anemia pode ser causada por um ou mais dos seguintes mecanismos básicos do organismo:

  • Perda de sangue (hemorragia excessiva, que provoca baixos níveis de ferro);
  • Produção inadequada de glóbulos vermelhos;
  • Destruição excessiva de glóbulos vermelhos.

No caso da hemorragia excessiva, pode tratar-se de um acontecimento agudo (devido a lesão ou durante uma cirurgia), ou uma situação gradual e repetitiva (crónica).

As hemorragias crónicas estão, normalmente, associadas a problemas no trato digestivo ou urinário, ou a menstruações intensas.

Quando ocorre produção insuficiente de glóbulos vermelhos, isso significa que o corpo carece dos nutrientes necessários para levar a cabo esse processo. Por exemplo, ferro, vitamina B12 ou ácido fólico, entre outros.

Existem várias doenças que podem comprometer a produção de glóbulos vermelhos, nomeadamente a leucemia ou o linfoma.

Como vimos atrás, a anemia pode também ser causada pela destruição excessiva de glóbulos vermelhos. Estes vivem, normalmente, cerca de 120 dias. No final do seu ciclo de vida, são detetados e destruídos por células específicas da medula óssea, no baço e no fígado.

Quando são destruídos precocemente, a medula óssea procura compensar essa perda ao aumentar a velocidade de produção de novos glóbulos vermelhos.

No entanto, quando o ritmo de destruição é mais rápido do que o de produção, ocorre uma situação de desequilíbrio que causa um tipo de anemia designado por anemia hemolítica.


Tratamento e prevenção

O tratamento da anemia depende da identificação da sua causa, tendo como objetivo principal a reposição dos níveis normais de glóbulos vermelhos e hemoglobina.

O mais importante no tratamento de uma anemia é identificar a sua causa.

Vejamos um exemplo. No caso da anemia provocada pela carência de ferro, a mais frequente, além da terapêutica indicada pelo médico (suplementos, etc.), pode ser adotada uma dieta alimentar que favoreça a sua absorção.

Eis algumas possibilidades:

  • Redução ou eliminação do consumo de alimentos que dificultam a absorção de ferro (exemplos: leite, cereais, bebidas gaseificadas, chá e café);
  • Consumo de alimentos que aumentam a absorção de ferro (exemplos: citrinos, kiwi, bróculos, vegetais de folhagem escura como o espinafre, pão fortificado com ferro, feijão, nozes, carne, damasco, ameixa seca, passas de uva).

Quando a anemia é devida a causas como a perda de sangue ou doenças malignas, o tratamento é mais complexo e deve obedecer à prescrição médica. Nos casos mais graves, pode mesmo obrigar a transfusão de sangue.

No que toca à prevenção, há também alguns comportamentos da vida diária que ajudam a evitar o desenvolvimento de uma anemia.

Eis os conselhos mais importantes:

  • Faça exercício físico com regularidade;
  • Adote uma alimentação equilibrada e saudável;
  • Vá ao médico periodicamente, mesmo que não se sinta doente. Não deixe de fazer a sua consulta de rotina ao longo da vida.
Partilhe este artigo:

Pedido enviado Falaremos consigo
assim que possível

Quer aderir? Ligamos grátis
Precisamos do seu consentimento para o contactar.
 
Condições

Campanha Medicare Silver Familiar

Se aceitar esta oferta, está a aderir ao Plano de Saúde Medicare Silver Familiar.
Termos e condições da campanha:

Acesso a rede médica Medicare (1)
Consultas, exames e/ou tratamentos médicos com descontos dos prestadores.
Consulte www.medicare.pt para mais informações sobre as condições.

Acesso a rede dentária Medicare (1)
Consultas e tratamentos dentários com descontos dos prestadores.
Consulte www.medicare.pt para mais informações sobre as condições.

3 (três) atos dentários grátis (2):

  • Check up dentário;
  • Limpeza dentária (destartarização);
  • Extração de dentes (3)
(1) A Medicare não é uma entidade prestadora de serviços de saúde.
(2) Estes atos/tratamentos gratuitos podem estar incluídos em planos de tratamentos dentários. Sujeito a confirmação junto do prestador de cuidados de saúde. Aconselha-se a realização de uma consulta de diagnóstico.
(3) Exodontia de dente decíduo, monorradicular ou multirradicular e supranumerário.

Oferta das mensalidades
Oferta das mensalidades referentes ao Plano de Saúde Medicare Silver Familiar pelo período de 6 (seis) meses a contar da data de subscrição, findos os quais, os benefícios associados, caducam automaticamente.

Custo dos serviços
Os serviços médicos prestados pelos Prestadores têm custo para o Cliente e/ou Beneficiário(s), com exceção dos atos médicos gratuitos ou sem custo associado, podendo os descontos e reduções ascender até 30% sobre o preço de tabela de cada Prestador. A percentagem de desconto acima referida é meramente indicativa não constituindo uma obrigação para todos os Prestadores da Rede Medicare, nem para a Medicare.

Beneficiários
Cada plano pode ter até 6 (seis) beneficiários, desde que subscritos na data de adesão à oferta. Só serão admitidos titulares do plano que nunca tenham aceite uma oferta Medicare.

O Plano Silver Familiar tem um custo de:

Campanha MedicareSilver Familiar
1 OU 2 BENEFICIÁRIOS S/ CUSTOS
3 OU 4 BENEFICIÁRIOS
5 OU 6 BENEFICIÁRIOS

Na consulta:
Deverá fazer-se acompanhar da respetiva credencial. Após a consulta, deverá efetuar o pagamento dos atos de que beneficiou de acordo com a tabela de preços acordada com a Medicare. A responsabilidade por todos os serviços acima descritos é dos Prestadores, não prestando a Medicare qualquer serviço de saúde.

Limite da campanha:
Esta campanha tem o limite de 300 ofertas por dia por cada distrito de Portugal.

Término da campanha:
A campanha termina em 31 de Outubro de 2020, e as ofertas podem ser utilizadas até à data de validade do plano subscrito pelo titular.