mulher a ser avaliada em consulta médica

Quais as diferenças entre plano e seguro de saúde?

5 mins. leitura

Indíce
  1. 1. Plano de Saúde
  2. 2. Seguro de Saúde
  3. 3. Vantagens dos Planos
  4. 4. Principais diferenças
  5. 5. Vídeo explicativo

Durante a pandemia, as preocupações com a saúde passaram a ser um tema de ainda maior importância para a população portuguesa e, por isso, é importante perceber as opções em cima da mesa para o ajudar a escolher o melhor cenário para o seu caso. Plano ou seguro de saúde: qual a melhor opção?

No entanto, antes de aderir e escolher uma proteção fiável para si e para a sua família, é frequente as famílias terem algumas perguntas em mente:

  • Um plano de saúde compensa mais do que um seguro?
  • Quais são as vantagens de um plano de saúde?
  • Um plano de saúde é o melhor complemento ao Serviço Nacional de Saúde?

Vamos esclarecer todas as suas dúvidas!


Diferenças entre plano e seguro de saúde

Certamente já ouviu falar em plano de saúde e em seguro de saúde, mas talvez não saiba exatamente qual a diferença entre ambos. Talvez até possa pensar que se tratam de sinónimos quando, na realidade, se tratam de conceitos bem diferentes, com caraterísticas e finalidades distintas.

É importante perceber as opções em cima da mesa para o ajudar a escolher o melhor cenário para o seu caso.

Como já adiantámos, existem diferenças entre plano e seguro de saúde. Essas diferenças assentam, sobretudo, nas condições específicas oferecidas por cada um, bem como nos custos associados.


Plano de saúde: o que é

O que um plano de saúde propõe é o acesso a serviços de saúde a um preço mais reduzido, ou seja, pode beneficiar de um desconto ou de um valor convencionado e acordado entre a empresa e o prestador de saúde da rede.

O valor pode variar e, assim como acontece no seguro, só poderá usufruir desses preços acordados nos estabelecimentos de saúde abrangidos pelo plano dentro da rede.

TODO

Para ter um plano de saúde precisa, igualmente, de pagar uma mensalidade. Contudo, ao contrário do que acontece no seguro de saúde, os planos de saúde em Portugal têm as seguintes características:

  • Sem Períodos de carência

    O Plano de Saúde é de utilização imediata não sendo necessário aguardar qualquer prazo para usufruir dos seus benefícios.

  • Sem Limite de idade

    A idade não tem impacto nem é um critério de adesão. Qualquer pessoa pode beneficiar das vantagens de um plano de saúde.

  • Sem Exclusões por doença

    Não é necessário apresentar exames médicos antes da adesão. Os planos de saúde são para todos e não têm qualquer critério de aceitação inerente ao seu histórico clínico.

  • Sem Copagamento

    Os planos de saúde funcionam sem reembolsos e copagamentos. O valor pago inclui um desconto imediato, sempre junto de um prestador de cuidados de saúde da rede convencionada.

  • Sem Franquias

    Não se aplicam nos casos dos planos de saúde: franquias, montantes mínimos e máximos de copagamentos.

  • Sem Agravamentos por idade

    Os planos de saúde têm um preço fixo durante todo o contrato, não havendo nenhuma atualização de valores em função da idade do titular e beneficiários.


Seguro de saúde: o que é?

Através de um seguro de saúde é possível aceder a serviços como consultas, exames, cirurgias e internamentos em estabelecimentos de saúde privados que façam parte de uma rede convencionada, recebendo-se posteriormente o reembolso das despesas tidas ou cabendo ao seguro pagar as despesas realizadas aos prestadores de serviços.

O seguro de saúde é especialmente procurado por quem pretende ter acesso a preços mais baixos a serviços como hospitalização, ambulatório, tratamentos e acompanhamento em caso de doença grave.

Cada seguro pode oferecer condições distintas e, por isso, é importante estar atento a questões como:

  • O valor da comparticipação;
  • As coberturas previstas;
  • A existência ou não de franquia;
  • A prazos para o pedido de pagamento e para o reembolso.

TODO

Vantagens de um plano de saúde

Um plano de saúde tem algumas vantagens a considerar em comparação com o seguro de saúde. Entre esses pontos positivos estão, por exemplo, o facto de:

  • Por norma, apresenta um custo mais acessível especialmente se incluir beneficiários no seu Plano;
  • Não possuir limite de idade;
  • Não ter períodos de carência;
  • Não possuir exclusões por doença anterior;
  • Não precisar de autorização e copagamento;
  • Não ter franquias.

No caso do plano de saúde da Medicare, podemos ainda acrescentar mais vantagens a esta lista, como é o caso de:

  • Não exigir exames médicos nem ao titular nem aos beneficiários;
  • Não ter limites de utilização;
  • Oferecer descontos até 50% nos serviços prestados pela rede convencionada;
  • Disponibilizar Serviços de vídeo-consulta;
  • Possuir não só uma rede composta por prestadores de serviços de saúde, como de bem-estar, como é o caso dos spa's, centros de estética, ginásios, health clubs e hotéis.
  • Em certos casos, incluir uma Cobertura de Acidentes Pessoais.

Além de tudo isto, os planos de saúde Medicare incluem campanhas com serviços gratuitos sem limites de utilização, nomeadamente: médico ao domicílio e aconselhamento médico telefónico 24h/7d, todos os dias do ano.


Quais são as principais diferenças entre um plano de saúde e um seguro de saúde?

Um plano de saúde funciona como um cartão de descontos e serviços em cuidados de saúde com utilização restrita a uma rede de prestadores convencionada.

A inclusão de beneficiários (filhos, amigos ou familiares) é facilitada e garante o atendimento médico-hospitalar, sem limites de utilização, ao preço protocolado.

Encontre abaixo as diferenças mais frequentes entre um seguro e plano de saúde:


Seguro de Saúde Planos de Saúde
Com período de carência Utilização imediata
Sistema de reembolsos de despesas Desconto imediato na rede convencionada
Com limite de utilização Sem limite de utilização e sem Plafonds
Com franquias Sem franquias
Aumento do Risco e do Preço consoante a idade do beneficiário Sem limite de idade. A idade não interefe no valor da mensalidade
Poderá haver exclusões consoante o estado físico/ psicológico do utente Sem exclusões (doenças preexistentes ou crónicas)
Comunicação prévia à seguradora para utilização posterior Sem pré-aviso para marcação de consulta/cirurgia/exames
Aumento da mensalidade no decorrer do contrato Mensalidade fixa, sem atualizações

Em que casos optar por um Plano de Saúde?

Em suma, deixamos aqui algumas orientações para averiguar em que casos é que poderá fazer mais sentido optar por um plano de saúde:

  • Necessitar de uma solução de uso imediato;
  • Precisar de uma solução de proteção mais acessível para si e a sua família;
  • Tiver uma idade mais avançada que o impeça de ter condições para aderir a um seguro;
  • Sofrer de um histórico clínico complexo e precisar de uma solução que não exige exames médicos na adesão.
  • Valorizar a comodidade dos serviços periféricos dos Planos de Saúde que incluam gratuitamente o serviço de Médico ao domicílio 24h/7d sem limite de utilização, vídeo-consultas sem custos extra e Aconselhamento Médico telefónico;
  • Sentir precisar de um complemento ao Serviço Nacional de Saúde, que seja compatível com o seu orçamento.
  • Achar mais assertivo privilegiar descontos, acordos e valores convencionados em consultas e exames do que coberturas para cirurgias e internamentos graves.

No entanto, salientamos que os pontos anteriores não se aplicam a todos nem são recomendações. Deverá analisar e perceber qual a melhor solução para si.

Por isso, se procura uma alternativa ou um complemento ao serviço público de saúde, avalie a possibilidade de aderir a um plano de saúde para beneficiar de serviços de saúde privados com valores convencionados.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico. Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Informação Adicional
sobre Proteção de Dados

Mediante o seu consentimento, os seus dados pessoais serão recolhidos, processados e armazenados informaticamente pela MED&CR - Sistemas de Gestão de Cartões de Saúde Unipessoal Lda. ("Medicare"), com sede na Rua Rodrigues Sampaio n.º 103, 1050-196 Lisboa, número de telefone 219 441 113, e-mail info@medicare.pt , enquanto entidade responsável pelo tratamento dos dados pessoais, nos termos e para os efeitos identificados na lei aplicável, incluindo o Regulamento UE 2016/679 (Regulamento Geral de Proteção de Dados/RGPD) para as finalidades de envio de comunicações de marketing e envio de informação comercial e promocional relativa a produtos e serviços da Medicare.

A informação fornecida será tratada de forma confidencial e utilizada para os fins acima descritos.

A Medicare guardará, tratará e comunicará, quando aplicável, os seus dados de identificação e contacto enquanto não retirar o seu consentimento, de forma a poder apresentar-lhe as promoções, serviços e condições que possam ser mais vantajosas.

Os seus dados poderão ser tratados diretamente pela Medicare ou por entidades por si subcontratadas para o efeito (e sujeitas a obrigações de privacidade e confidencialidade próprias), podendo os dados ser comunicados a autoridades legais e regulatórias, nos termos previstos e determinados por lei. Estas entidades estarão sedeadas dentro do território da UE.

Poderá a qualquer momento retirar o seu consentimento enviando um email para politica.privacidade@medicare.pt, o que não invalida, no entanto, o tratamento efetuado até essa data com base no consentimento previamente dado. Poderá a qualquer momento, através do e-mail disponibilizado, exercer os seus direitos legais de acesso, retificação, portabilidade, limitação do tratamento, esquecimento.

Poderá também exercer o seu direito de reclamação à Comissão Nacional de Proteção de Dados, se considerar que os seus direitos não estão a ser cumpridos.

Para mais informação sobre os termos de tratamento de dados pela Medicare, sugerimos que consulte a Politica de Privacidade, disponível em www.medicare.pt/politica-de-privacidade.