mulher sentada na cama com dores

Clamídia: saiba tudo sobre esta infeção

3 mins. leitura

Indíce
  1. 1. Quais os sintomas?
  2. 2. Diagnóstico e Tratamento
  3. 3. Como prevenir?

A clamídia é na maioria dos casos assintomática, ou seja, sem sintomas, e transmite-se durante relações sexuais desprotegidas, através do contacto direto com os fluídos genitais de alguém infetado.

Se existir suspeita de infeção, é importante que recorra ao seu médico, pois podem surgir complicações se a infeção não for tratada.


Clamídia: sintomas, tratamento e prevenção

Esta é uma infeção sexualmente transmissível causada pela bactéria Chlamydia trachomatis, constituindo uma das causas da infertilidade masculina e feminina. O contágio acontece quando há contacto sexual desprotegido com uma pessoa que esteja infetada através de sexo vaginal, oral ou anal.

Ainda que possa acontecer em qualquer idade, é mais frequente em pessoas jovens, podendo afetar homens e mulheres com múltiplos parceiros sexuais e que não usem preservativo.

Se infetada e sem o tratamento adequado, a mulher grávida pode também transmitir a infeção ao bebé durante o parto. O que poderá gerar complicações na criança como conjuntivite ou pneumonia por clamídia.

De referir que quem já foi infetado no passado, pode voltar a sê-lo.


casal num consultório médico

Sintomas

Na maioria dos casos, as pessoas infetadas pela clamídia não apresentam quaisquer sintomas. No entanto, quando há sintomas, estes aparecem entre a primeira e a terceira semana após o contacto sexual com a pessoa infetada.

Nas mulheres, os sintomas mais comuns são:

  • Alteração na quantidade, cheiro ou cor do corrimento vaginal;
  • Hemorragia vaginal depois das relações sexuais ou entre as menstruações;
  • Dor abdominal;
  • Dor durante as relações sexuais;
  • Dor ou sensação de ardência a urinar;
  • Náuseas;
  • Febre.

Nos homens, os sintomas são mais frequentes são:

  • Corrimento escasso pela uretra;
  • Dor ou sensação de ardência a urinar;
  • Dor testicular;
  • Inchaço do escroto;
  • Sensação de comichão na uretra.

De salientar que, mesmo sem sintomas, o contágio acontece. Por isso, é importante que procure um médico se suspeitar de uma possível infeção. Pois, quando não tratada, a clamídia pode provocar algumas complicações como:

  • Epididimite e prostatite no homem;
  • Infertilidade em ambos os sexos;
  • Doença inflamatória pélvica na mulher;
  • Disseminação para outros órgãos;
  • Dor abdominal crónica;
  • Parto prematuro;
  • Recém-nascido de baixo peso;
  • Aborto;
  • Infeção ocular e pulmonar no recém-nascido.

vários medicamentos

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico é feito por um médico através da avaliação de sintomas e colheita de urina e corrimento para análise. Caso se confirme a infeção por clamídia, devem-se realizar análises para outras infeções de transmissão sexual e de secreção uretral, além do próprio exame para detetar os anticorpos anticlamídia (IgM).

A clamídia tem cura e o tratamento é simples. É feito com recurso a antibióticos, durante um a sete dias, dependendo do antibiótico prescrito indicado pelo médico.

As relações sexuais devem ser evitadas até terminar o tratamento e os sintomas desaparecerem.


Prevenção

A única forma de prevenção é usar preservativo durante todas as relações sexuais.

Para evitar o contágio, ainda que sem sintomas, também poderá ser feito um rastreio laboratorial anual em pessoas que têm parceiros ocasionais ou vários parceiros.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico.

Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Política de Privacidade