mãe a limpar cabeça de criança com piolhos

Piolhos: saiba como controlar este parasita

3 mins. leitura

Os piolhos são insetos ectoparasitas (parasitas externos) muito pequenos, de cor castanho-acinzentado, que usam o ser humano como hospedeiro. Quando existe uma infestação por piolhos, usa-se o termo pediculose.

O piolho pode infestar diferentes regiões do corpo, como as pestanas, a região púbica, sendo mais frequente no couro cabeludo. Perceba como lidar com este problema.


O que são piolhos

Uma das ideias que importa esclarecer é a de que os piolhos não saltam, nem têm asas, pelo que não voam de cabeça para cabeça. Ou seja, quando se está perante uma pediculose isso significa que a pessoa esteve próxima de outra pessoa com cabelos com piolhos ou, então, usou no seu cabelo objetos contaminados, como chapéus, almofadas ou escovas.

Este é um problema bastante recorrente em idade escolar, pela proximidade entre as crianças e pelo facto de terem cabelos limpos, secos, finos, sem gordura ou resíduos, o que é favorável ao desenvolvimento dos piolhos.

O seu principal sintoma é prurido na zona infestada, devido à alergia causada pela saliva que os piolhos injetam na pele, quando picam o couro cabeludo para se alimentar. Além disso, é possível vê-los, especialmente na zona da nuca ou atrás das orelhas. Outros sinais de alerta são: feridas, manchas vermelhas, eczemas e crostas na cabeça.


Diferenças entre piolhos e lêndeas

Piolhos e lêndeas não são o mesmo, nem apresentam as mesmas caraterísticas.

Os piolhos têm um tom acinzentado, rastejam e escondem-se na cabeça, geralmente na nuca ou atrás das orelhas. Já as lêndeas dizem respeito aos ovos dos quais nascem os piolhos. Têm uma aparência oval e esbranquiçada e, habitualmente, ficam agarradas ao cabelo, na zona da raiz ou do couro cabeludo.

Passados sete a 10 dias, os piolhos nascem das lêndeas, sendo que aproximadamente três semanas depois esses piolhos são capazes de depositar mais ovos, sendo, por isso, essencial tentar acabar com a infestação, antes que os piolhos atinjam a idade adulta e se consigam reproduzir.

mãe a limpar cabeça de criança com piolhos

Tratamentos

O tratamento indicado para eliminar os piolhos deve ser precedido pela análise de um médico. Contudo, normalmente, ele tem por base o uso de antiparasitários próprios, como champô, solução, gel, creme ou loção.

Estes produtos podem ser comprados na farmácia, devendo seguir as instruções de uso, a duração do tratamento e o intervalo de tempo entre aplicações recomendados.

Muitas vezes, este tratamento também pode ter de ser feito pelas pessoas mais próximas da pessoa com piolhos.

Cuidados a ter

É importante dizer que o uso excessivo deste tipo de produto pode ser prejudicial e ainda que este não seja um tratamento preventivo (há produtos específicos para esse fim), só deve ser realizado em cabelos que tenham, efetivamente, piolhos.

Alguns dos cuidados a ter são:

  • Pentear o cabelo ainda molhado com um pente adequado. Este procedimento deve ser repetido a cada dois a três dias;
  • Lavar a mais de 60ºC a roupa, nomeadamente da cama, toalhas e outros objetos;
  • Desinfetar escovas, pentes e outros acessórios do cabelo com álcool ou água a ferver;
  • Guardar num saco fechado, durante cerca de duas semanas, tudo aquilo que esteja contaminado e não possa ser desinfetado.

Como prevenir

A principal forma de evitar uma infestação de piolhos é não contactar com cabelos contaminados, nem partilhar acessórios de cabelo. Além disso, pode pentear-se o cabelo, semanalmente, com um pente fino de plástico ou de metal, de modo a garantir que não existem piolhos.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico. Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.