mãe a medir a febre a menina

Gripe A: conheça os principais sintomas

4 mins. leitura

Indíce
  1. 2. Quais os sintomas?
  2. 3. Como tratar?
  3. 4. Como se transmite?
  4. 4. Como prevenir?
  5. 5. Qual o tratamento?

Os subtipos do vírus influenza A são o H1N1 e H3N2. A gripe das aves é provocada por um subtipo do vírus influenza A, o H5N1, cujo principal reservatório são as aves, mas pode infetar mamíferos igualmente. Embora tenha havido infeções graves e mortes entre humanos, não há evidência científica de que a gripe A ou gripe das aves possa ser transmitida entre humanos. Na maioria dos casos registados, a doença foi contraída pelo contacto com aves infetadas.


O que é a gripe A?

Provocada pelo vírus influenza A, a gripe A insere-se naquilo a que, normalmente, se designa como gripe sazonal, que pode ser provocada quer pelo vírus influenza A ou B.

Não há forma de distinguir os dois tipos de gripe a não ser através de exames laboratoriais, muito semelhantes aos utilizados para detetar a infeção por COVID-19.



Sintomas da gripe A

Os sintomas deste tipo de gripe são em tudo semelhantes aos provocados pela gripe sazonal e os mais comuns são os seguintes:

  • Tosse;
  • Febre;
  • Dor de garganta;
  • Nariz entupido;

Outros sintomas que podem ocorrer com alguma frequência são:

  • Dores corporais ou musculares;
  • Dor de cabeça;
  • Arrepios de frio;
  • Fadiga;
  • Diarreia ou vómitos;

Contudo, a gripe A provoca, geralmente, febres mais elevadas e dores musculares mais intensas comparativamente a outras gripes sazonais.


mulher a assoar o nariz

Como tratar a gripe A

Nos casos ligeiros de gripe A, o importante é aliviar os sintomas, com os mesmos cuidados indicados para a outra gripe, ou seja: ficar em casa em repouso, ir medindo a temperatura ao longo do dia e, no caso de ter febre, tomar paracetamol e não se agasalhar demasiado.

A congestão nasal deve ser tratada com soro fisiológico e deve-se beber muita água e outros líquidos, como chás ou sopa.

Não se deve tomar antibióticos sem recomendação médica. Além desta ser uma recomendação geral para qualquer doença, faz ainda mais sentido no caso da gripe, já que é uma infeção viral e não bacteriana, logo os antibióticos não atuam nem melhoram os sintomas.

Em caso de agravamento dos sintomas, deverá recorrer a um médico, devendo, para isso, ligar para a Linha SNS 24, através do número 808242424.

Note-se que a gripe A pode ter consequências mais graves em pessoas imunodeprimidas, tais como os doentes com VIH/SIDA, os diabéticos, as grávidas, as pessoas com obesidade extrema, bem como os portadores de doenças cardíacas, pulmonares ou renais.

No que respeita a grupos de risco, incluem-se também as crianças com menos de dois anos, as grávidas, em particular, no segundo e terceiro trimestres e as recém-mamãs até duas semanas após o parto.


Como se transmite a gripe A?

O modo de transmissão é igual ao da gripe sazonal, ou seja, é feita de pessoa para pessoa, através de gotículas libertadas quando uma pessoa fala, tosse ou espirra.

O período de incubação do vírus ronda os três a dez dias, com uma média de sete dias, altura a partir da qual o nível de contágio baixa. Normalmente, ao fim de dois dias sem febre, a possibilidade de contágio é mais reduzida.


médico a dar manipular medicamento

Prevenção

As medidas de prevenção da doença são muito semelhantes às adotadas para evitar a propagação da Covid-19.

As pessoas doentes devem manter o distanciamento dos outros e não devem partilhar a mesma divisão com pessoas não infetadas, não devem beijar ou abraçar os outros e devem usar máscara.

Os espaços interiores devem ser arejados com frequência e as zonas de utilização comum devem ser desinfetadas. É importante manter a etiqueta respiratória e lavar frequentemente as mãos.


Tratamento

A maioria dos infetados apenas necessita de medicamentos para alívio dos sintomas, como é o caso do paracetamol.

De resto, o vírus é sensível aos medicamentos antivirais, que estão reservados apenas para casos com gravidade ou para doentes de alto risco.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico.

Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Política de Privacidade