Novas adesões 211 165 540
Apoio ao cliente 219 441 113
Mulher a assoar o nariz

Saiba os cuidados que deve ter para curar uma gripe

4 mins. leitura

Toda a gente, ao longo da vida, já teve um desconforto provocado por uma gripe. Trata-se de uma infeção causada por um dos vírus da gripe, que afeta sobretudo as vias respiratórias e ocorre com mais frequência nos meses de inverno.

A gripe comum é provocada pelo vírus influenza e é altamente contagiosa. Geralmente não é grave e desaparece ao fim de alguns dias.

Pode, no entanto, ser perigosa em grupos de risco como os idosos e doentes crónicos devido a eventuais complicações, designadamente a pneumonia.


Aprenda a lidar com a gripe

Transmissão e sintomas

O vírus da gripe é transmitido de uma pessoa infetada para outra, através de gotículas de saliva, expulsas sobretudo ao tossir e ao espirrar. Também pode acontecer por via do contacto direto com partes do corpo ou superfícies contaminadas, nomeadamente, através das mãos.

A partir do momento em que a pessoa é infetada, é habitual decorrerem dois dias até ao aparecimento dos sintomas. O período de incubação pode, no entanto, variar entre um a cinco dias.

Nos adultos e em crianças mais velhas os sintomas habituais são:

  • Febre alta (38º - 40º axilar);
  • Dores musculares e articulares;
  • Dor de cabeça;
  • Dor de garganta;
  • Tosse seca;
  • Corrimento nasal e nariz entupido;
  • Sensação de mal-estar em todo o corpo;
  • Inflamação nos olhos.

Nos bebés, a gripe manifesta-se através de:

  • Febre;
  • Sonolência;
  • Náuseas;
  • Vómitos;
  • Diarreia;
  • Dificuldades respiratórias;
  • Otites.

A febre é, habitualmente, mais elevada nas crianças.

Os sinais e sintomas principais tendem a desaparecer ao fim de alguns dias, mas a tosse e a sensação de fadiga podem prolongar-se durante uma a duas semanas.

De realçar, ainda, que a gripe é uma doença diferente da constipação, pois os vírus que as causam são diferentes.

Por outro lado, ao contrário da gripe, os sintomas da constipação limitam-se às vias respiratórias superiores (nariz entupido, espirros, olhos húmidos, irritação da garganta e dor de cabeça) e atenuam-se com repouso, ingestão de líquidos e não exposição ao frio e a ambientes com fumo, seja fumador ou não. A utilização de soro fisiológico ajuda a atenuar os sintomas de obstrução nasal.

Numa constipação, raramente, ocorre febre alta ou dores no corpo e os sintomas aparecem de forma gradual. Na gripe, o início é súbito.


Complicações e grupos de risco

A maioria dos sintomas da gripe melhora ao fim de alguns dias, embora alguns deles possam prolongar-se, ocasionalmente, durante semanas.

Existem casos, porém, em que a gripe pode dar origem a problemas de saúde graves. O mais comum é a pneumonia, que ocorre quando o vírus se dissemina dentro dos pulmões.

As pessoas com mais elevado risco de complicações e, eventualmente, morte, causada pela gripe são as seguintes:

  • Crianças com menos de dois anos de idade (risco muito elevado);
  • Crianças com menos de cinco anos (risco elevado);
  • Adultos com mais de 65 anos de idade;
  • Pessoas com doenças crónicas (sobretudo no coração, pulmões, rins, fígado ou imunodeprimidos);
  • Pessoas com diabetes mellitus;
  • Pessoas com obesidade extrema;
  • Mulheres que estejam no segundo ou no terceiro trimestre da gravidez ou também até duas semanas após o parto;

O que fazer?

Em caso de gripe, a prioridade deve ser o alívio dos sintomas e a redução do risco de contágio a outros indivíduos.

As pessoas com gripe devem adotar as seguintes medidas, para que possam melhorar a sua condição:

  • Ficar em casa em repouso;
  • Não se agasalhar demasiado;
  • Medir a temperatura ao longo do dia;
  • Se tiver febre, tomar paracetamol ou ibuprofeno;
  • Nunca dar ácido acetilsalicílico (aspirina) às crianças, pois pode ser muito perigoso.
  • No caso das crianças podem ser usados o paracetamol e o ibuprofeno;
  • Se estiver grávida ou a amamentar, não tomar medicamentos sem falar antes com o médico;
  • Utilizar soro fisiológico para ajudar a descongestionar o nariz;
  • Não tomar antibióticos sem indicação médica, pois são ineficazes nas infeções virais;
  • Beber muitos líquidos (água e sumos de fruta);
  • Se viver sozinho, especialmente se tiver limitações de mobilidade ou estiver doente, deve pedir a alguém que lhe telefone regularmente para saber como está.

Normalmente, a gripe cura espontaneamente, não sendo, por isso, necessário nada mais do que medidas para baixar a febre e aliviar os sintomas.

Contudo, quando se trata de doentes de risco é muito importante consultar o médico e seguir as suas indicações.


Cuidados a ter

Tratando-se de uma doença altamente contagiosa, a gripe impõe cuidados de forma a evitar a sua propagação.

Alguns conselhos:

  • Sempre que tossir ou espirrar, tape o nariz e a boca com um lenço de papel ou com o antebraço. Nunca com a mão;
  • Utilize os lenços de papel apenas uma vez;
  • Deite ao lixo os lenços de papel usados;
  • Lave e desinfete as mãos com frequência;
  • Se estiver com sintomas de gripe, guarde uma distância social quando falar com outras pessoas (no mínimo, um metro);
  • Fique em casa se sentir sintomas de gripe. Evite contagiar os seus colegas de trabalho;
  • Evite tocar no nariz, olhos e boca, especialmente se não tiver as mãos lavadas e desinfetadas;
  • Reforce a desinfeção das superfícies e objetos mais sujeitos ao contacto com as mãos, designadamente equipamentos, utensílios, bancadas de trabalho e manípulos de portas.

Prevenção

É difícil evitar a gripe, mas não impossível.

A forma mais comum de prevenção é a vacina anual, que permite diminuir o risco de infeção e de complicações decorrentes da gripe.

A vacinação contra a gripe é particularmente importante para as pessoas que pertencem aos grupos de risco, nomeadamente:

  • Idosos (65 anos ou mais);
  • Doentes crónicos;
  • Diabéticos em tratamento;
  • Grávidas;
  • Outras doenças que diminuam a resistência às infeções.

No entanto, a vacina da gripe deve ser evitada por pessoas com alergias graves ao ovo ou que tenham tido uma reação alérgica grave a uma dose anterior desta vacina.

A vacinação deve ser feita até ao final de cada ano. Pode, no entanto, ser tomada durante todo o outono e inverno, de acordo com a campanha nacional de vacinação.

Além da vacina, a prevenção passa, também, por evitar o contacto com pessoas infetadas e lavar/desinfetar as mãos com frequência.

Partilhe este artigo:
Artigos relacionados:
Ver mais

Pedido enviado Falaremos consigo
assim que possível

Quer aderir? Ligamos grátis
Precisamos do seu consentimento para o contactar.
 
Condições

Campanha Medicare Silver Familiar

Se aceitar esta oferta, está a aderir ao Plano de Saúde Medicare Silver Familiar.
Termos e condições da campanha:

Acesso a rede médica Medicare (1)
Consultas, exames e/ou tratamentos médicos com descontos dos prestadores.
Consulte www.medicare.pt para mais informações sobre as condições.

Acesso a rede dentária Medicare (1)
Consultas e tratamentos dentários com descontos dos prestadores.
Consulte www.medicare.pt para mais informações sobre as condições.

3 (três) atos dentários grátis (2):

  • Check up dentário;
  • Limpeza dentária (destartarização);
  • Extração de dentes (3)
(1) A Medicare não é uma entidade prestadora de serviços de saúde.
(2) Estes atos/tratamentos gratuitos podem estar incluídos em planos de tratamentos dentários. Sujeito a confirmação junto do prestador de cuidados de saúde. Aconselha-se a realização de uma consulta de diagnóstico.
(3) Exodontia de dente decíduo, monorradicular ou multirradicular e supranumerário.

Oferta das mensalidades
Oferta das mensalidades referentes ao Plano de Saúde Medicare Silver Familiar pelo período de 6 (seis) meses a contar da data de subscrição, findos os quais, os benefícios associados, caducam automaticamente.

Custo dos serviços
Os serviços médicos prestados pelos Prestadores têm custo para o Cliente e/ou Beneficiário(s), com exceção dos atos médicos gratuitos ou sem custo associado, podendo os descontos e reduções ascender até 30% sobre o preço de tabela de cada Prestador. A percentagem de desconto acima referida é meramente indicativa não constituindo uma obrigação para todos os Prestadores da Rede Medicare, nem para a Medicare.

Beneficiários
Cada plano pode ter até 6 (seis) beneficiários, desde que subscritos na data de adesão à oferta. Só serão admitidos titulares do plano que nunca tenham aceite uma oferta Medicare.

O Plano Silver Familiar tem um custo de:

Campanha MedicareSilver Familiar
1 OU 2 BENEFICIÁRIOS S/ CUSTOS
3 OU 4 BENEFICIÁRIOS
5 OU 6 BENEFICIÁRIOS

Na consulta:
Deverá fazer-se acompanhar da respetiva credencial. Após a consulta, deverá efetuar o pagamento dos atos de que beneficiou de acordo com a tabela de preços acordada com a Medicare. A responsabilidade por todos os serviços acima descritos é dos Prestadores, não prestando a Medicare qualquer serviço de saúde.

Limite da campanha:
Esta campanha tem o limite de 300 ofertas por dia por cada distrito de Portugal.

Término da campanha:
A campanha termina em 31 de Outubro de 2020, e as ofertas podem ser utilizadas até à data de validade do plano subscrito pelo titular.