cão e gato dormem encostados um ao outro

Porque ter um animal de estimação? Pela sua saúde física e mental

5 mins. leitura

Indíce
  1. 1. Vantagens
  2. 2. Animais e Crianças
  3. 3. Animais e Idosos
  4. 4. Animais e Autistas
  5. 5. Cuidados a ter

Os benefícios de ter um animal de estimação podem ser de várias ordens, conforme já comprovaram diversos estudos.

Com a companhia de um cão ou de um gato, por exemplo, a qualidade de vida das pessoas melhora tanto a nível físico quanto emocional.

Neste artigo, falamos não só da importância de ter um animal de estimação, bem como dos cuidados necessários para uma convivência saudável.


rapaz encostado ao seu cão

Vantagens de ter um animal de estimação

Segundo a Ordem dos Psicólogos Portugueses, "os animais de estimação podem proporcionar um suporte emocional significativo, contribuindo para a redução do stress e para o aumento do bem-estar".

Um estudo de 2013, publicado no jornal Society & Animals, revelou, inclusivamente, que os cães reduziram a frequência com que militares veteranos com stress pós-traumático se sentiam solitários, preocupados ou irritados.

Mas as vantagens não ficam por aqui, já que os animais de estimação também:

  • Ajudam a prevenir o isolamento social e a solidão;
  • Contribuem para o aumento da atividade física dos donos. Por exemplo, as pessoas com cães levam-nos a passear ou a correr diariamente. E esta é uma forma ligeira e até divertida de incluir o exercício na rotina;
  • Criam oportunidades de socialização com novas pessoas, nomeadamente em passeios no jardim ou no parque;
  • Proporcionam uma sensação de segurança e de companheirismo.

Por outro lado, cuidar de animais, além de ajudar a pessoa a sentir-se útil e desejada, pode também ser uma ótima estratégia para se sentir mais centrada e focada.


Benefícios para as crianças

Ter um animal de estimação está associado a um melhor desenvolvimento sócio emocional em crianças pequenas, potenciando não só o seu sentido de responsabilidade e autodisciplina, mas também a sua autoestima e empatia para com os outros.

Além disso, a presença de um animal de estimação pode ajudar as crianças a lidar com o stress e a ansiedade, já que lhes proporciona segurança e conforto emocional.

Por exemplo, um estudo de 2015 intitulado 'Pet Dogs and Children's Health: Opportunities for Chronic Disease Prevention?'', publicado pelo Center for Disease Control and Prevention, dá conta de que as crianças que cresceram na companhia de um cão têm uma taxa de ansiedade mais baixa do que as outras.

Ao interagirem diariamente com um animal, as crianças incrementam, ainda, as suas competências de interação, comunicação e de brincadeira. Este "treino" deixa-as mais confiantes para se relacionarem com as pessoas.

Outro aspeto positivo está relacionado com a autorregulação emocional. Ou seja, as crianças têm a oportunidade de se expressar, contar segredos e partilhar medos com os seus animais de estimação, o que lhes permite regular emoções.


Benefícios para os idosos

Também para os idosos, ter um animal de estimação pode trazer uma série de benefícios físicos e psicológicos.

Desde logo, a responsabilidade de cuidar de um animal de estimação pode reduzir a solidão e o isolamento social, promovendo uma maior interação com outras pessoas, assim como uma melhoria no humor e na autoestima.

Há estudos que demonstram que as pessoas idosas com animais de estimação tendem a ter uma melhor saúde física, incluindo menor pressão arterial.

Ter um animal pode, ainda, contribuir para a saúde mental, diminuindo a incidência de depressão, bem como de ansiedade, designadamente em pessoas com demência.


Vantagens para as pessoas autistas

O desenvolvimento das habilidades sociais é uma das vantagens que as pessoas com autismo podem beneficiar do relacionamento com animais de estimação.

Em simultâneo, os animais podem transmitir uma sensação de calma e segurança, se o dono estiver a sentir-se emocionalmente sobrecarregado.

A convivência com animais de estimação pode igualmente ser útil para quem sofre de síndrome de défice de atenção e hiperatividade, uma vez que as tarefas, como os passeios ou a alimentação, ajudam a criar uma estrutura e uma planificação diária.


rapariga a interagir com um gato

Aspetos a analisar antes de arranjar um animal de estimação

Antes de levar um animal de estimação para casa, é necessário perceber se está preparado para as responsabilidades que esta decisão acarreta.

É preciso estar ciente de que ter um animal de estimação em casa implica alimentá-lo diariamente, tratar da sua higiene, passeá-lo e brincar ou interagir com ele.

Há que verificar também se o orçamento mensal permite arcar com as despesas de alimentação e veterinário.

Deve também ponderar em relação ao que fazer com o animal quando vai de férias ou quando tem de passar alguns dias fora. Se não puder levar o animal consigo, é importante avaliar alternativas, nomeadamente falar com alguém que possa ficar com ele ou então deixá-lo num hotel.

Uma questão que também tem implicações nesta decisão é se a casa dispõe de condições, seja para servir de novo lar para um cão, um gato ou um hamster.

Outro aspeto muito importante é perceber se está preparado para cuidar do animal ao longo de todo o seu tempo de vida, lembrando que alguns podem viver mais de 15 anos.

Estes pormenores devem ser discutidos com os seus familiares ou com as pessoas com quem divide o seu espaço e também com quem tenha experiência com animais de estimação.

Se não for possível ter um animal de estimação a tempo inteiro, pode sempre procurar um abrigo de animais e voluntariar-se para ajudar a tratá-los ou, simplesmente, para os levar a passear.


Cuidados a ter para evitar eventuais riscos

Embora os benefícios de ter um animal de estimação sejam muitos, é importante adotar cuidados para evitar problemas de saúde.

Uma das doenças mais conhecidas e perigosas é a raiva, que pode ser transmitida aos seres humanos através da mordida de um animal infetado.

É, por isso, fundamental garantir que os animais de estimação estão devidamente vacinados e que visitam o veterinário com regularidade.

Além disso, é essencial manter hábitos de higiene adequados, como lavar as mãos após tocar nos animais e limpar as áreas onde estes passam a maior parte do tempo.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico.

Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Política de Privacidade