embalagem de álcool gel

Cuidados a ter na utilização de álcool gel: o que deve saber

2 mins. leitura

A higienização das mãos é um dos principais métodos de prevenção contra o novo coronavírus.

Uma das formas de o fazer é utilizando álcool gel, com uma percentagem de 70% de álcool.

É preciso, no entanto, ter sempre bem presente que estamos a lidar com uma substância altamente inflamável, irritante e tóxica. Devemos, por isso, ter alguns cuidados no seu manuseamento, armazenamento e conservação.

Por outro lado, a utilização repetida de álcool gel pode causar problemas na pele das mãos, designadamente torná-las secas (o álcool remove a gordura da pele), eczema e vermelhidão.


Utilizar o álcool em gel devidamente

Recomendações

A principal forma de evitar os riscos e eventuais problemas inerentes ao uso de álcool gel é optar, sempre que possível, por lavar as mãos com água e sabão, por um período mínimo de cerca 20 segundos, esfregando, sequencialmente, as palmas, dorso, cada um dos dedos e também o pulso, secando-as devidamente no final.

Esta rotina de lavagem deve ser realizada várias vezes ao longo do dia, antes e depois de comer, de ir à casa de banho, ao chegar a casa ou ao trabalho, ou sempre que se justifique.

Não se esqueça de retirar as pulseiras, os anéis e os relógios, ou outros acessórios, antes de lavar as mãos. Estes adereços deverão também ser lavados após a sua utilização porque acumulam sujidade.

Há, ainda, uma série de outras medidas que podem ser adotadas no que respeita à utilização de álcool gel. Aqui ficam as principais.

Para proteger a pele:

  • Utilizar uma quantidade moderada (o mínimo indispensável para uma boa higienização) e espalhar de forma homogénea até à total absorção pela pele.
  • Evitar que o álcool gel fique acumulado em anéis e pulseiras.
  • Hidratar periodicamente as mãos com um creme adequado.

Para garantir a segurança do produto:

  • Após a utilização do álcool gel, deve aguardar que as mãos sequem completamente antes de realizar qualquer atividade.
  • Deixar secar as mãos completamente antes de tocar nas mucosas (olhos, nariz e boca).
  • Guardar o produto em local arejado e alto (inacessível às crianças).
  • Armazenar em locais distantes de ambientes como a cozinha.
  • Não coloque o álcool gel perto de produtos químicos ou depositado em locais que atinjam temperaturas elevadas.
  • Manter o álcool gel guardado sempre em embalagens devidamente identificadas, para evitar que seja inalado ou ingerido acidentalmente.

No caso de crianças:

  • Coloque o álcool gel longe do alcance das crianças.
  • Sempre que possível, opte por lavar as mãos das crianças com água limpa e sabão, é preferível.
  • Quando for mesmo necessário o álcool gel, nunca permita que as crianças utilizem o produto sozinhas.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico. Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.
Artigos relacionados:
Ver mais