mulher a hidratar os lábios

Um guia de cuidados essenciais para a pele no inverno

4 mins. leitura

Indíce
  1. 1. Hidratar
  2. 2. Banhos quentes
  3. 3. Beba água
  4. 4. Alimentação
  5. 5. Doenças Comuns

As baixas temperaturas, o vento, a chuva e a neve são fatores que contribuem para secar e irritar a pele. Por isso, não podemos esquecer-nos dos cuidados com a pele no inverno.

Ao mesmo tempo, algumas doenças dermatológicas fazem-se sentir mais nesta época, exatamente por causa do ressecamento da pele.


Dicas para ajudar com os cuidados com a pele no inverno

Além dos fatores externos, como as baixas temperaturas, o ar frio, o vento… também as agressões provocadas pelo ar condicionado ou por passar demasiado tempo junto à lareira, tornam a pele sujeita a uma série de condições adversas que é importante compensar.


Hidratar sempre

Seja verão ou inverno, deve usar sempre creme hidratante no rosto e no corpo. Tanto mais que, também por via de uma menor transpiração corporal, a pele tende a ficar mais ressequida nos meses mais frios.

Pode, inclusivamente, mudar o seu hidratante para um com uma fórmula mais rica em óleo, por exemplo, de forma a repor o equilíbrio lipídico da pele.

O hidratante deve ser aplicado logo após o banho, para ajudar a reter a humidade e favorecer a penetração do creme na pele.


Não tome banhos muito quentes

Embora o tempo convide a isso, evite tomar banhos muito quentes e demorados. Isso irá contribuir para secar ainda mais a pele.

Opte por um duche com água tépida e use gel de banho ou sabonetes neutros, de preferência ricos em óleos e substâncias hidratantes.

Deve também evitar-se o uso de esponjas muito ásperas, o que irá contribuir ainda mais para diminuir a barreira protetora da pele.

mulher a colocar creme hidratante no corpo

Beba muita água

Embora no inverno não sintamos tanta sede, não significa que se deva diminuir a ingestão de líquidos.

Combater a secura da pele e a falta de hidratação, passa também pela ingestão de líquidos. Um corpo hidratado apresenta uma pele mais macia e com maior elasticidade. Quem tem dificuldade em beber água, pode optar por chás e infusões.


Faça uma alimentação equilibrada

Uma alimentação equilibrada deve ser uma constante ao longo do ano e o inverno não é exceção a essa regra.

Não esqueça os legumes e as frutas, que são excelentes fontes de vitaminas e minerais e ajudam a neutralizar os radicais livres, ajudando, assim, a prevenir o envelhecimento da pele.

Frutas ricas em vitamina C, como a laranja, o kiwi ou os morangos são uma boa opção, tal como os brócolos, a cenoura e o repolho.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a soja é outro alimento que deve ser adicionado à dieta saudável; ela é rica em isoflavonas – substâncias que evitam o ressecamento e melhoram a elasticidade da pele".

Também as amêndoas, nozes e castanhas, ricas em antioxidantes, selénio e vitamina E, são importantes aliados para manter a pele saudável.


Use protetor solar e hidratante labial

Apesar da radiação UVB ser mais intensa no verão, os raios UVA mantêm a mesma intensidade ao longo do ano e são os responsáveis pelo envelhecimento da pele e pelo aumento do risco de cancro.

A utilização de protetor solar deve, assim, ser uma constante, nomeadamente, na cara e pescoço.

Os lábios requerem também um cuidado especial, já que a pele nesta área é muito delicada e fica sujeita a rachaduras. Desta forma, use sempre um protetor labial e aplique-o com frequência.


mulher a colocar creme nas mãos

Use luvas

A pele das mãos está sujeita a inúmeras agressões e ainda mais no inverno, pelo que deve hidratá-las com frequência e usar luvas quando estas estão expostas ao frio.


As doenças de pele mais comuns no inverno

Por causa de uma maior secura da pele durante o inverno, existem doenças dermatológicas que tendem a surgir nesta estação. As mais comuns são:


Também por isso é importante combater a desidratação da pele e não descurar os cuidados com aquele que é o maior órgão do nosso corpo.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico. Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Artigos relacionados:
Ver mais
Informação Adicional
sobre Proteção de Dados

Mediante o seu consentimento, os seus dados pessoais serão recolhidos, processados e armazenados informaticamente pela MED&CR - Sistemas de Gestão de Cartões de Saúde Unipessoal Lda. ("Medicare"), com sede na Rua Rodrigues Sampaio n.º 103, 1050-196 Lisboa, número de telefone 219 441 113, e-mail info@medicare.pt , enquanto entidade responsável pelo tratamento dos dados pessoais, nos termos e para os efeitos identificados na lei aplicável, incluindo o Regulamento UE 2016/679 (Regulamento Geral de Proteção de Dados/RGPD) para as finalidades de envio de comunicações de marketing e envio de informação comercial e promocional relativa a produtos e serviços da Medicare.

A informação fornecida será tratada de forma confidencial e utilizada para os fins acima descritos.

A Medicare guardará, tratará e comunicará, quando aplicável, os seus dados de identificação e contacto enquanto não retirar o seu consentimento, de forma a poder apresentar-lhe as promoções, serviços e condições que possam ser mais vantajosas.

Os seus dados poderão ser tratados diretamente pela Medicare ou por entidades por si subcontratadas para o efeito (e sujeitas a obrigações de privacidade e confidencialidade próprias), podendo os dados ser comunicados a autoridades legais e regulatórias, nos termos previstos e determinados por lei. Estas entidades estarão sedeadas dentro do território da UE.

Poderá a qualquer momento retirar o seu consentimento enviando um email para politica.privacidade@medicare.pt, o que não invalida, no entanto, o tratamento efetuado até essa data com base no consentimento previamente dado. Poderá a qualquer momento, através do e-mail disponibilizado, exercer os seus direitos legais de acesso, retificação, portabilidade, limitação do tratamento, esquecimento.

Poderá também exercer o seu direito de reclamação à Comissão Nacional de Proteção de Dados, se considerar que os seus direitos não estão a ser cumpridos.

Para mais informação sobre os termos de tratamento de dados pela Medicare, sugerimos que consulte a Politica de Privacidade, disponível em www.medicare.pt/politica-de-privacidade.