mulher sentada no sofá com o pé dormente

Sente dormência? Conheça os motivos e saiba como tratar

3 mins. leitura

A dormência carateriza-se pela falta de sensibilidade numa determinada zona do corpo. A maior parte das vezes é observada nas mãos/braços e pés/pernas e pode levar também a uma dificuldade na movimentação do membro afetado.

Trata-se, na maioria dos casos, de uma situação passageira e sem consequências mais graves. No entanto, quando este sintoma é constante e mais intenso, pode ser o resultado de uma patologia, como um problema num nervo, que poderá estar comprimido ou danificado.

Além da condição que determina esta situação, a dormência prolongada pode conduzir a outros problemas, como quedas, porque a pessoa deixa, por exemplo, de ter noção da existência/posição de um pé ou de uma perna e acaba por tropeçar e cair.

A falta de sensibilidade pode levar, também, a que a pessoa não se dê conta de algum tipo de ferimento, como um corte ou uma queimadura, podendo deixar avançar esses ferimentos sem os tratar devidamente.


Causas da dormência

Além das causas comuns já referidas para a dormência, existem várias outras situações que conduzem a este estado, como por exemplo:

Pressão anormal dos nervos na coluna, que pode acontecer, por exemplo, na sequência de:

Outras patologias/situações mais graves que podem conduzir a este estado são:

  • Doença renal;
  • Diabetes;
  • Hipotiroidismo;
  • Síndrome de Raynaud;
  • Esclerose múltipla;
  • Acidente vascular cerebral;
  • Alguns tumores;
  • Medicação;
  • Uso de drogas;
  • Níveis anormais de potássio, sódio ou cálcio no organismo;
  • Radioterapia;
  • Carência de algumas vitaminas do complexo B, como é o caso das vitaminas B1, B6, B12, ou carência de ácido fólico;
  • Exposição a venenos ou toxinas;
  • Síndrome do canal cárpico.
mulher deitada na cama com botija de água quente

Sinais de alerta

Existindo uma extensa lista de situações que conduzem à dormência, é importante ter em atenção alguns sinais de alerta, que podem indiciar problemas mais graves e que requerem procurar ajuda médica com urgência.

São eles:

  • Confusão mental (a par da dormência);
  • Dormência não associada a uma causa óbvia/direta;
  • Perda de consciência;
  • Incapacidade no controlo do intestino ou da bexiga;
  • Dificuldades respiratórias;
  • Perda de sensibilidade no rosto ou tronco;
  • Alterações ao nível da fala ou da visão;
  • Fraqueza súbita;
  • Dificuldade em caminhar;
  • Paralisia de um segmento do corpo (o lado esquerdo ou o lado direito de uma vez só).

Também a forma como a dormência se apresenta pode indiciar a necessidade de procurar ajuda especializada com urgência.

Assim, se há uma dormência de surgimento súbito ou que se agrava com o tempo e sem razão aparente, é importante procurar um médico, tal como quando há lugar a dormência após um acidente ou traumatismo nas costas, cabeças ou pescoço.

Há que estar atento, igualmente, quando, repentinamente, fica com uma parte inteira do corpo dormente ou quando esta se espalha rapidamente a outras zonas do corpo.

Também a dormência na zona inferior do corpo deve levar a procurar ajuda.


Diagnóstico e identificação das possíveis causas de dormência

O médico irá querer saber quando se instalou a dormência, se houve algum acontecimento que desencadeou o problema, quais as partes do corpo afetadas e, ainda, se há outros sintomas associados.

O especialista poderá requisitar exames complementares, como uma radiografia, uma tomografia axial computorizada (TAC), ecografia ou ressonância magnética, além de análises ao sangue.

Outros exames mais específicos são os estudos de condução nervosa (que mostram se os nervos estão a funcionar de forma adequada) e a eletromiografia, um exame feito por meio da introdução de uma pequena agulha no músculo para avaliar a atividade elétrica deste.

mulher deitada na cama com botija de água quente

Tratamento da dormência

Sendo várias as causas possíveis, são também distintos os tratamentos possíveis, nomeadamente, medicação para promover o relaxamento muscular e controlar a dor. Em alguns casos, poderá ser necessário a suplementação com vitaminas, no caso de haver uma carência.

O tratamento poderá passar também por fisioterapia, ou por uma cirurgia para resolver a compressão dos nervos, seja ao nível dos membros ou da coluna. É o caso da cirurgia do canal cárpico ou da hérnia discal.

No caso de adormência ser devida a alterações provocadas pela diabetes, há que restabelecer o controlo dos níveis de açúcar no sangue.

É de extrema importância que o indivíduo esteja atento a sinais de alarme e procure atendimento médico aquando do aparecimento dos primeiros sintomas. O diagnóstico precoce e identificação das causas são benéficos para seguimento e tratamento do fator causador deste quadro.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico. Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Artigos relacionados:
Ver mais
1 presente à escolha

Oferta exclusiva Online

1 presente de boas-vindas à escolha

Aderir Online
Cartão Platinium Mais Vida
Quer aderir? Ligamos grátis! Esclareça as suas dúvidas com a nossa
equipa, sem compromisso.
Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.
Formulário enviado Obrigado pelo seu contacto. Será contactado em breve pela nossa equipa de especialistas.