4 pessoas em aula de ginásio a fazer alongamentos

6 alongamentos que o podem ajudar a melhorar a postura

4 mins. leitura

Já é por todos conhecida a importância do exercício físico para o nosso bem estar e para a nossa saúde, quer física, quer mental. São vários os exercícios que podemos realizar sozinhos, em casa ou mesmo no trabalho, de forma a combater o sedentarismo, sem precisar de ir até ao ginásio ou de contratar um personal trainer.

Os alongamentos são um ótimo exemplo desse tipo de exercício físico que se pode fazer autonomamente e em diferentes espaços. Ficam algumas ideias de como pode alongar o corpo e ter mais saúde.


4 pessoas em aula de ginásio a fazer alongamentos

Importância dos alongamentos

Antes de darmos alguns exemplos de alongamentos, vale a pena falar primeiro sobre a importância deste tipo de exercício para a nossa saúde e bem-estar.

Muito associados aos desportistas e aos atletas de alta competição, os alongamentos são, na realidade, um tipo de exercício recomendado a todos, pois têm diversos benefícios, tais como:

  • Promover a flexibilidade;
  • Melhorar o funcionamento das articulações;
  • Combater a fadiga;
  • Melhorar a coordenação motora e postura;
  • Diminuir a tensão muscular e articular;
  • Diminuir o risco de lesões.

Por isso, não é de admirar que os alongamentos sejam aconselhados não só antes e depois da prática desportiva, como em contexto laboral, sobretudo a quem tem trabalhos mais sedentários ou propícios a posturas corporais inadequadas.


6 tipos de alongamentos que deve pôr em prática

Para usufruir das várias vantagens dos alongamentos, reunimos seis tipos, todos diferentes, mas que têm em comum promover o bem-estar e a flexibilidade corporal.


Guerreiro

  1. Fique de pé com os braços esticados e as mãos juntas.
  2. Depois, avance com o joelho da frente, na mesma linha do tornozelo da frente e o antepé da perna de trás tocando o chão, abrindo os braços, formando uma linha horizontal.
  3. Mantenha a posição durante 10 segundos e retorne à postura inicial.

Saltador

  1. Sente-se e estique a perna esquerda.
  2. Dobre a perna direita, apoiando o pé direito na zona interior da perna esquerda.
  3. Incline o corpo para frente, mantendo as costas retas.
  4. Depois, debruce-se sobre a perna esticada, tocando no pé, e finalize voltando o tronco para o lado direito, apoiando as mãos no chão.

Lateral

  1. Sente-se no chão, com as costas retas e as pernas abertas.
  2. Depois, levante uma mão em direção ao teto, numa posição curva.
  3. Retorne à posição inicial e repita o passo anterior com o outro braço.

Ponte

  1. Deite-se de costas.
  2. Dobre os joelhos, de modo a que os pés fiquem assentes no chão, tocando nas nádegas.
  3. Dobre os cotovelos e leve as mãos para cima, junto às orelhas.
  4. Coloque as palmas das mãos no chão, com os dedos das mãos na direção dos dedos dos pés.
  5. Empurre as pernas, de modo a tirar do solo os quadris, as costas e o peito.
  6. Com os braços, empurre para cima a cabeça, o pescoço e os ombros.
  7. Curve as costas, formando um semicírculo.
  8. Endireite os cotovelos e dobre os joelhos.
  9. Retorne à posição inicial, colocando o queixo no peito, dobrando os cotovelos e levando o corpo lentamente até ao solo.

Nota: Para este exercício em específico, é importante que o indivíduo avalie com um profissional de saúde a sua condição física para realizar este tipo de alongamento. Pacientes com patologias de coluna prévios têm contraindicação para realizar determinados alongamentos, com risco de desencadeamento ou agravamento da dor.


Alongamento do quadril

  1. Dobre o joelho esquerdo, mantendo o pé esquerdo apoiado no solo, à sua frente. A perna direita deve ficar esticada para trás.
  2. Incline-se para a frente e estique o quadril direito em direção ao solo, apoiando as mãos no chão.
  3. Troque de perna, esticando os braços em direção ao teto e, depois, colocando as mãos apoiadas na anca.

Prancha alta com alongamento dorsal

  1. Apoie os pés e as mãos no solo, mantendo as pernas e os braços esticados.
  2. Procure aproximar as mãos dos pés, de modo a formar uma linha curva com a zona do quadril e do dorso.
  3. Quando encontrar estabilidade, tire uma perna do solo, elevando-a o máximo que conseguir.

Experimente fazer estes alongamentos e sinta-se melhor, com mis energia e flexibilidade. Porém, se o seu problema de postura for mais grave, há indicação para procurar a ajuda de um especialista para uma avaliação e indicação dos exercícios mais indicados para o problema em questão.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico. Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Artigos relacionados:
Ver mais
1 presente à escolha

Oferta exclusiva Online

1 presente de boas-vindas à escolha

Aderir Online
Cartão Platinium Mais Vida
Quer aderir? Ligamos grátis! Esclareça as suas dúvidas com a nossa
equipa, sem compromisso.
Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.
Formulário enviado Obrigado pelo seu contacto. Será contactado em breve pela nossa equipa de especialistas.