senhora com sinais de stress durante o trabalho

As 7 doenças profissionais mais comuns

5 mins. leitura

Indíce
  1. 1. Epicondilite
  2. 2. Túnel Cárpico
  3. 3. Lombalgias
  4. 4. Trendinites
  5. 5. Burnout

As doenças profissionais, de acordo com a Direção-Geral da Saúde, são "todas as doenças contraídas pelo trabalhador na sequência de uma exposição a um ou mais fatores de risco presentes na atividade profissional, nas condições de trabalho e/ou nas técnicas usadas durante o trabalho".

No Decreto-Regulamentar n.º 76/2007, de 17 de julho, estão listadas as doenças consideradas profissionais, distribuídas por cinco grupos diferentes:

  • Doenças provocadas por agentes químicos;
  • Doenças do aparelho respiratório;
  • Doenças cutâneas e outras;
  • Doenças provocadas por agentes físicos;
  • Doenças infeciosas e parasitárias.

De referir ainda que, segundo o artigo 283.º do Código do Trabalho, qualquer lesão corporal, perturbação funcional ou doença não incluída na lista oficial, mas que se prove ser consequência direta da atividade profissional e não do normal desgaste do organismo é também considerada doença profissional.

Em Portugal, bem como mundialmente, as doenças músculo-esqueléticas são as mais comuns no mundo profissional. A saúde mental é também uma preocupação.

Conheça as doenças mais comuns e o que poderá fazer para minimizar os riscos.


colegas de trabalho todos juntos a alongar os braços

Doenças profissionais: as 7 mais comuns e os bons hábitos a adotar no trabalho

Segundo um inquérito sobre as condições de trabalho do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2020, os problemas ósseos, articulares ou musculares foram considerados os mais graves pela amostra da população inquirida com pelo menos um problema de saúde relacionado com o trabalho. Além destes problemas, 54,0% das pessoas referiram a exposição a fatores de risco para a saúde mental no seu local de trabalho.


1. Epicondilite

Também conhecida como cotovelo do tenista, a epicondilite é a inflamação dos tendões do cotovelo. A dor do cotovelo, que pode variar de intensidade, é o principal sintoma.

São fatores de risco quaisquer atividades físicas que impliquem movimentos repetitivos do punho e dedos para cima.

Além de atividades desportivas, a epicondilite afeta também trabalhadores de várias profissões como, por exemplo, pintores, cozinheiros e aqueles que usam o computador.

Como minimizar os riscos?

Os trabalhadores que utilizam o computador devem melhorar a sua postura e prestar atenção à ergonomia.

Apoiar completamente o antebraço na secretária e usar apoios para o teclado e rato são recomendados. É importante, também, fazer pausas durante essas atividades, bem como fazer alongamentos.


enfermeira a colocar uma ligadura no pulso de uma paciente

2. Síndrome do túnel cárpico

É uma doença profissional frequente que atinge o punho e a mão. É causada pela compressão do nervo mediano. O formigueiro e dor de alguns dedos da mão são os principais sintomas.

O trabalho repetitivo das mãos é um fator de risco.

Como minimizar os riscos?

É importante que mantenha os punhos numa posição neutra, bem como deverá alternar, entre as duas mãos, a execução de tarefas.

Faça pausas durante o trabalho - de duas em duas horas, de preferência - e procure fazer alguns exercícios de relaxamento como, por exemplo, fletir, esticar e movimentar lateralmente os punhos e dedos.


3. Cervicalgias

A cervicalgia é caraterizada por uma dor ou rigidez na cervical, principalmente na região da nuca. É, normalmente, o resultado do enfraquecimento dos músculos devido a uma má postura.

Como minimizar os riscos?

A ergonomia do local de trabalho deve ser avaliada para prevenir a cervicalgia. O posicionamento da secretária, monitor do computador e teclado devem ser ajustados para melhorar a postura.


4. Bursite do cotovelo

Também conhecida como dor de cotovelo, a bursite surge devido à inflamação da bolsa sinovial ou bursa. Pode ser causada por movimentos repetitivos e longas jornadas em frente ao computador.

Como minimizar os riscos?

Tal como as outras doenças profissionais, é importante que faça pausas frequentes e alterne tarefas repetitivas. Deve-se evitar o apoio constante sobre os cotovelos.


doutor a analisar as dores lombares de paciente

5. Lombalgias

É a dor na lombar, ou seja, a clássica dor ao fundo das costas. Está, normalmente, associada a más posturas ou a pegar em cargas pesadas.

Como minimizar os riscos?

Quem trabalha sentado, em frente a um computador, deverá ter uma cadeira com um bom apoio lombar e é importante que tenha os pés apoiados no chão. Os antebraços devem estar apoiados ao nível do teclado e rato que, por sua vez, devem estar próximos do corpo. É importante que o ecrã do computador esteja ao nível dos olhos.

Em relação a carregar pesos e movimentação de carga, é importante ter os pés bem apoiados no chão, pernas afastadas ao nível da anca, manter a carga o mais próxima possível do corpo, manter a coluna o mais reta possível, estar voltado para o objeto que vai levantar ou movimentar e baixar-se, dobrando os joelhos para utilizar os músculos das pernas na subida.


6. Tendinites do punho

A tendinite é uma inflamação do tendão que é a estrutura que liga os músculos aos ossos. Esta inflamação surge nas mais diversas profissões e deve-se aos movimentos repetitivos.

Um dos principais sintomas são as dores ligeiras durante a execução de determinados movimentos que, gradualmente, se vão agravando.

Como minimizar os riscos?

É importante que os objetos no posto de trabalho estejam ajustados à altura do trabalhador.

Alternar tarefas para evitar movimentos repetitivos, fazer pausas e exercícios de alongamento.


homem com sinais de stress durante o trabalho

7. Burnout

O burnout é caraterizado por um estado de exaustão excessivo que surge como resposta à exposição ao stress laboral. Os sintomas manifestam-se mentalmente e fisicamente.

Como minimizar os riscos?

Fale com os seus amigos, familiares ou colegas de trabalho sobre o que o preocupa. Se se sentir pressionado, peça ajuda para concluir tarefas. Faça pausas durante o período de trabalho. Tire férias e aproveite todos os momentos de lazer.

Esteja atento às suas condições de trabalho e tente manter boas práticas.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico. Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Artigos relacionados:
Ver mais
Informação Adicional
sobre Proteção de Dados

Mediante o seu consentimento, os seus dados pessoais serão recolhidos, processados e armazenados informaticamente pela MED&CR - Sistemas de Gestão de Cartões de Saúde Unipessoal Lda. ("Medicare"), com sede na Rua Rodrigues Sampaio n.º 103, 1050-196 Lisboa, número de telefone 219 441 113, e-mail info@medicare.pt , enquanto entidade responsável pelo tratamento dos dados pessoais, nos termos e para os efeitos identificados na lei aplicável, incluindo o Regulamento UE 2016/679 (Regulamento Geral de Proteção de Dados/RGPD) para as finalidades de envio de comunicações de marketing e envio de informação comercial e promocional relativa a produtos e serviços da Medicare.

A informação fornecida será tratada de forma confidencial e utilizada para os fins acima descritos.

A Medicare guardará, tratará e comunicará, quando aplicável, os seus dados de identificação e contacto enquanto não retirar o seu consentimento, de forma a poder apresentar-lhe as promoções, serviços e condições que possam ser mais vantajosas.

Os seus dados poderão ser tratados diretamente pela Medicare ou por entidades por si subcontratadas para o efeito (e sujeitas a obrigações de privacidade e confidencialidade próprias), podendo os dados ser comunicados a autoridades legais e regulatórias, nos termos previstos e determinados por lei. Estas entidades estarão sedeadas dentro do território da UE.

Poderá a qualquer momento retirar o seu consentimento enviando um email para politica.privacidade@medicare.pt, o que não invalida, no entanto, o tratamento efetuado até essa data com base no consentimento previamente dado. Poderá a qualquer momento, através do e-mail disponibilizado, exercer os seus direitos legais de acesso, retificação, portabilidade, limitação do tratamento, esquecimento.

Poderá também exercer o seu direito de reclamação à Comissão Nacional de Proteção de Dados, se considerar que os seus direitos não estão a ser cumpridos.

Para mais informação sobre os termos de tratamento de dados pela Medicare, sugerimos que consulte a Politica de Privacidade, disponível em www.medicare.pt/politica-de-privacidade.

1 presente à escolha

Oferta exclusiva Online

1 presente de boas-vindas à escolha

Aderir Online
Cartão Platinium Mais Vida
Quer aderir? Ligamos grátis! Esclareça as suas dúvidas com a nossa
equipa, sem compromisso.
Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.
Formulário enviado Obrigado pelo seu contacto. Será contactado em breve pela nossa equipa de especialistas.