mãe a amamentar o seu bebé no sofá

9 coisas que deve saber sobre o puerpério

4 mins. leitura

Indíce
  1. 1. O que é?
  2. 2. Principais mudanças
  3. 3. Alterações emocionais

O puerpério ocorre após o nascimento do bebé e pode ter uma duração entre seis a oito semanas, dependendo da amamentação. Durante este período acontecem várias alterações físicas e emocionais que nada mais são do que a regressão das mudanças que ocorreram durante a gravidez.

Além dos ajustes físicos, esta é uma altura caraterizada ainda por adaptações a nível psicológico e social. Há um novo papel parental a desempenhar, as relações familiares também sofrem mudanças, bem como a autoconsciência da imagem corporal, situações que podem trazer algumas dificuldades e demoram o seu tempo a “normalizar”.

Embora o nascimento de um bebé seja motivo de celebração, é normal que muitas mulheres sintam cansaço, irritação, alguma solidão e tristeza. No entanto, é preciso perceber quando estes sentimentos deixam de ser normais e precisam de acompanhamento especializado.

É importante ter consciência de que há várias alterações no corpo da mulher e também alterações emocionais para que assim consiga lidar melhor com este período sensível de transformação.


mulher com dores abdominais

Puerpério: 6 mudanças no corpo da mulher

O puerpério é o período de pós-parto que se inicia após o nascimento do bebé e termina após o retorno dos vários sistemas da mulher ao estado pré-gravidez, que não ocorre de forma linear. Habitualmente tem a duração de seis a oito semanas, no entanto, poderá ter uma duração maior se a mãe continuar a amamentar o bebé.

São várias as mudanças no corpo da mulher durante este período, nomeadamente:


1. Sangramento vaginal

Surge após o parto e embora se pareça com a menstruação, não o é. Este sangramento tem o nome de lóquios, trata-se de corrimento libertado pelo útero após o parto. É mais intenso nos primeiros dias e vai diminuindo até desaparecer totalmente.


2. Barriga de grávida

A barriga permanece igual ou quase igual porque o útero ainda não está no seu tamanho normal. Este inchaço vai diminuindo ao longo do tempo, podendo a pele da barriga apresentar flacidez.


3. Mamas mais duras

Nesta altura, devido ao leite, as mamas ficam mais duras. Esta situação pode gerar algum desconforto. Para aliviar, poderá colocar uma compressa morna sobre as mamas, sobretudo para evitar mastites.


4. Incontinência urinária

As perdas de urina são comuns no pós-parto, principalmente nas situações de parto vaginal. Os exercícios de Kegel podem ajudar a minimizar as perdas.


5. Dores abdominais

Ao amamentar é normal sentir dores abdominais devido às contrações uterinas estimuladas pelo processo de amamentação. É o útero a voltar ao seu tamanho normal.


6. Desconforto na região íntima

É mais comum nos partos vaginais com episiotomia, ou seja, corte no períneo, que deve ser mantido o mais limpo e seco possível. No entanto, todas as mulheres cujo parto foi vaginal, podem sentir alguma dilatação e inchaço na vagina nos primeiros dias após o parto.


mãe com dores de cabeça a segurar o seu recém nascido

Puerpério: 3 alterações emocionais para as quais é preciso estar alerta

Privação do sono, alterações hormonais, pressão social, demora em recuperar a forma física anterior e preocupação a tempo inteiro com o bebé fazem com que o puerpério seja um momento de maior vulnerabilidade e fragilidade para as mulheres.

Ainda que cada mulher viva este período de forma diferente, podemos distinguir três alterações emocionais que podem precisar de acompanhamento especializado:


1. Blues pós-parto

O blues pós-parto ou baby blues é caraterizado por oscilações do humor. É uma situação bastante comum e afeta cerca de 50% das mulheres.

Pode surgir nos primeiros três dias após o nascimento do bebé, terminando entre o sétimo e décimo dias.

Os sintomas são cansaço, choro fácil, tensão, irritabilidade e sentimentos de inadequação. É um episódio depressivo ligeiro que não chega afetar o funcionamento social ou a relação entre a mãe e o bebé.

As causas do blues pós-parto podem estar relacionadas com as alterações hormonais que ocorrem nesta fase.

Aqui é importante que a mãe tenha uma boa rede de apoio por parte da família e dos profissionais de saúde.


2. Depressão pós-parto

A depressão pós-parto diferencia-se do baby blues pela gravidade dos sintomas.

Os principais sintomas são tristeza, perda do prazer, choro fácil, alterações do apetite, distúrbios do sono, fadiga, irritabilidade, hipocondria, dificuldade de concentração e redução do interesse sexual.

Há uma ansiedade e preocupações elevadas com o bem-estar do bebé, surge um sentimento de culpa relacionado com o não ser capaz de amar e de cuidar do bebé.


3. Psicose puerperal

A psicose puerperal é uma perturbação psicopatológica mais grave que o blues ou a depressão pós-parto. Trata-se de um distúrbio do humor caraterizando-se por perturbações mentais graves e agudas.

É frequente em mulheres que já apresentavam problemas psiquiátricos prévios. A duração do surto psicótico, que tem início no puerpério, pode ter uma duração de cinco a doze meses. Ainda que transitório, pode ter implicações graves para mãe e o bebé.

Dizem que é preciso uma aldeia para educar uma criança, partilhe as suas emoções com a sua rede de apoio e peça ajuda sempre que sentir necessidade.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico. Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Artigos relacionados:
Ver mais
Informação Adicional
sobre Proteção de Dados

Mediante o seu consentimento, os seus dados pessoais serão recolhidos, processados e armazenados informaticamente pela MED&CR - Sistemas de Gestão de Cartões de Saúde Unipessoal Lda. ("Medicare"), com sede na Rua Rodrigues Sampaio n.º 103, 1050-196 Lisboa, número de telefone 219 441 113, e-mail info@medicare.pt , enquanto entidade responsável pelo tratamento dos dados pessoais, nos termos e para os efeitos identificados na lei aplicável, incluindo o Regulamento UE 2016/679 (Regulamento Geral de Proteção de Dados/RGPD) para as finalidades de envio de comunicações de marketing e envio de informação comercial e promocional relativa a produtos e serviços da Medicare.

A informação fornecida será tratada de forma confidencial e utilizada para os fins acima descritos.

A Medicare guardará, tratará e comunicará, quando aplicável, os seus dados de identificação e contacto enquanto não retirar o seu consentimento, de forma a poder apresentar-lhe as promoções, serviços e condições que possam ser mais vantajosas.

Os seus dados poderão ser tratados diretamente pela Medicare ou por entidades por si subcontratadas para o efeito (e sujeitas a obrigações de privacidade e confidencialidade próprias), podendo os dados ser comunicados a autoridades legais e regulatórias, nos termos previstos e determinados por lei. Estas entidades estarão sedeadas dentro do território da UE.

Poderá a qualquer momento retirar o seu consentimento enviando um email para politica.privacidade@medicare.pt, o que não invalida, no entanto, o tratamento efetuado até essa data com base no consentimento previamente dado. Poderá a qualquer momento, através do e-mail disponibilizado, exercer os seus direitos legais de acesso, retificação, portabilidade, limitação do tratamento, esquecimento.

Poderá também exercer o seu direito de reclamação à Comissão Nacional de Proteção de Dados, se considerar que os seus direitos não estão a ser cumpridos.

Para mais informação sobre os termos de tratamento de dados pela Medicare, sugerimos que consulte a Politica de Privacidade, disponível em www.medicare.pt/politica-de-privacidade.

1 presente à escolha

Oferta exclusiva Online

1 presente de boas-vindas à escolha

Aderir Online
Cartão Platinium Mais Vida
Quer aderir? Ligamos grátis! Esclareça as suas dúvidas com a nossa
equipa, sem compromisso.
Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.
Formulário enviado Obrigado pelo seu contacto. Será contactado em breve pela nossa equipa de especialistas.