homem com dor de cabeça

6 Dicas para prevenir as dores de cabeça

2 mins. leitura

Indíce
  1. 1. Porque temos dores?
  2. 2. Como prevenir as dores de cabeça?

As dores de cabeça são um incómodo comum que afeta milhões de pessoas em todo o mundo.

Em muitos casos, estas dores são benignas e podem ser aliviadas com medidas simples.

No entanto, em alguns casos, elas podem ser sintomas de problemas mais sérios e requerem atenção médica imediata.


Por que temos dores de cabeça?

Existem várias razões pelas quais podemos experienciar esta sensação desconfortável.

Os 5 motivos mais comuns que desencadeiam dores de cabeça são:


Tensão Muscular

Uma das principais causas de dores de cabeça é a tensão muscular no pescoço e nos ombros.

A má postura, o stress e a falta de exercício podem levar a músculos tensos, resultando em dor de cabeça tensional.


Enxaquecas

As causas exatas das enxaquecas não são totalmente compreendidas, mas fatores genéticos e desequilíbrios químicos no cérebro, desempenham um papel importante.

Também no caso da mulher com os estrogénios, as principais hormonas femininas, estão ligados à dor de cabeça.


Mulher com dor de cabeça

Desidratação

A falta de hidratação adequada pode levar a dores de cabeça, especialmente em climas quentes ou após atividades físicas intensas.

A desidratação reduz o volume de sangue, diminuindo assim o fluxo sanguíneo para o cérebro, resultando em dor.


Cafeína em Excesso

Tanto a falta como o excesso de cafeína podem desencadear dores de cabeça.

Para algumas pessoas, a retirada de cafeína pode causar dores de cabeça, enquanto outras podem experimentar dores de cabeça devido ao consumo excessivo de cafeína.


Sinusite

Infeções ou inflamações nos seios nasais podem causar dor e pressão na cabeça, muitas vezes confundida com dores de cabeça tensionais.

A congestão nasal e a dor facial são sintomas comuns de sinusite.

É importante notar que a dor de cabeça pode ser um sintoma de condições médicas subjacentes mais sérias, como hipertensão arterial ou problemas neurológicos. Se as dores de cabeça forem frequentes, graves, ou acompanhadas de outros sintomas preocupantes, é crucial procurar aconselhamento médico para um diagnóstico adequado.


Mulher com dor de cabeça por causa da sinusite

Como prevenir as dores de cabeça?

Além do tratamento específico para cada tipo de dor de cabeça, algumas estratégias de gestão podem ajudar a reduzir a frequência e a intensidade das crises no dia a dia:


Estabelecer rotinas saudáveis

Manter horários regulares para as refeições, sono e atividade física pode ajudar a evitar gatilhos comuns de dores de cabeça, como jejum prolongado ou alterações no padrão de sono.


Hidratação adequada

Beber bastante água ao longo do dia é essencial para a saúde em geral e pode ajudar a prevenir dores de cabeça causadas por desidratação.


Gerir o stress

O stress é um dos principais culpados nas dores de cabeça de tensão.

Encontrar formas eficazes de gerir o stress, como a prática de atividades relaxantes, pode ser útil na prevenção das crises.


Evitar exposição a odores fortes e luz intensa

Alguns odores fortes e luzes intensas podem desencadear enxaquecas em algumas pessoas. Evitar esses estímulos pode ser útil na prevenção das crises.


Praticar atividade física regularmente

A prática regular de exercícios físicos pode ajudar a reduzir a frequência e a intensidade das dores de cabeça, uma vez que promove a liberação de endorfinas, substâncias naturais do organismo com efeito analgésico e relaxante.


Mulher a praticar exercício físico

Manter um registo das dores de cabeça

Manter um registo das crises de dor de cabeça pode ajudar a identificar padrões e possíveis gatilhos, auxiliando o médico na definição do melhor tratamento.


Luz azul

Também os ecrãs dos tablets, telemóveis e computadores estão ligados a crises de dor de cabeça.

Evitar o uso prolongado destes ecrãs é aconselhado para diminuir as dores de cabeça.


Conclusão

Lembramos que cada pessoa pode reagir de forma diferente ao tratamento e gestão da dor de cabeça.

É fundamental consultar um médico especialista para uma avaliação personalizada e adequada ao seu caso específico caso as dores de cabeça não passem ou sejam muito frequentes.

O profissional de saúde poderá fornecer orientações precisas e ajustar o tratamento conforme necessário para garantir um melhor controlo das dores de cabeça e melhor qualidade de vida no geral.

Revisão de Médica Convidada:

Dr.ª Sofia Bezerra

Fontes:

  • Rains, J. C., & Penzien, D. B. (2012). Behavioral treatment of migraine in adults: A systematic review. Headache: The Journal of Head and Face Pain, 52(S2), 1-62.
  • Varkey, E., & Cider, A. (2017). Exercise as migraine prophylaxis: A randomized study using relaxation and topiramate as controls. Cephalalgia, 37(8), 756-766.
  • Holzhammer, J., Wöber, C., & Heinze, G. (2006). Smoking and the occurrence of headache. Headache: The Journal of Head and Face Pain, 46(6), 914-919.
  • Silberstein, S. D. (2018). Preventive Migraine Treatment. Continuum: Lifelong Learning in Neurology, 24(4, Headache), 1052-1065.
  • Kristoffersen, E. S., Lundqvist, C., & Aaseth, K. (2019). The use and impact of complementary and alternative medicine in patients with chronic headache: A nationwide population-based survey in Norway. BMC Complementary and Alternative Medicine, 19(1), 1-10.

Tags:

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico.

Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Política de Privacidade