mulher a sofrer de ansiedade financeira

Ansiedade financeira: o que é e como lidar

4 mins. leitura

Indíce
  1. 1. O que é?
  2. 2. Primeiros Sinais
  3. 3. Que estratégias a aplicar?

A excessiva preocupação com as finanças pessoais pode conduzir a um quadro de ansiedade financeira, que pode ter repercussões, tanto ao nível da saúde mental como física.

Neste artigo, falamos das formas como este problema se pode manifestar, quais as suas consequências e sugerimos algumas estratégias que podem ajudar a ultrapassá-lo.


O que é a ansiedade financeira?

De acordo com a Ordem dos Psicólogos Portugueses, a ansiedade financeira pode ser definida como “um sentimento de preocupação, medo ou desconforto com as nossas finanças pessoais. Está associada a uma gestão das finanças pessoais pouco eficaz e todos nós podemos senti-la, independentemente dos nossos rendimentos ou profissão”.

Essa preocupação pode estar relacionada com diversos fatores, como dívidas, desemprego ou falta de planeamento financeiro.

Às vezes, também é causada por outras formas de ansiedade, como transtorno de ansiedade generalizada. Também pode ser motivada por uma sensação de pouca preparação para gerir dinheiro ou, simplesmente, por não entender termos ou dados financeiros.


homem a sentir-se tenso com a sua situação financeira

Sinais de ansiedade financeira e consequências para a saúde

Distúrbios do sono, nomeadamente insónias, falta de apetite ou uma vontade excessiva de comer são alguns dos sintomas mais comuns da ansiedade financeira. A estes, surgem associadas também queixas somáticas, tais como:

  • Tensão muscular;
  • Dores nos maxilares;
  • Dores de cabeça;
  • Enxaquecas;
  • Problemas gastrointestinais.

As pessoas que sofrem de ansiedade financeira têm tendência a questionar o que fizeram no passado e as suas próprias escolhas. Revelam uma dificuldade em tomar decisões financeiras simples, tais como as que estão relacionadas com as compras de supermercado.

Demonstram, ainda, atitudes de negação face à sua realidade financeira. Por exemplo, evitam ver o saldo da conta para não ter de lidar com essa preocupação.

Pelo contrário, há quem verifique constantemente os extratos bancários ou tenha outro tipo de comportamentos obsessivo-compulsivos.

Esta condição pode levar ao isolamento social, a pessoa pode desenvolver ataques de pânico, ficar deprimida e com baixa autoestima, podendo mesmo ter pensamentos suicidas.


casal analisa as suas finanças

Estratégias para lidar com a ansiedade financeira

Quando a pessoa está numa situação financeira mais frágil, é natural sentir tristeza, frustração, culpa, medo, vergonha ou inveja.

Conheça algumas estratégias que podem ajudar a lidar com estes sentimentos e emoções.


Reconheça o que sente

Escreva sobre o que o preocupa exatamente e quando tendência a ter determinados sentimentos.
Reconhecer e aceitar as emoções, bem como perceber como estas podem influenciar os nossos pensamentos e ações, pode ser o primeiro passo para superar uma situação de ansiedade financeira.


Pratique exercício físico e técnicas de relaxamento

Se tiver mais tempo por estar desempregado, faça exercício físico. A atividade física permite melhorar o humor, reduzir o stress e regular o sono.
Recorra também a técnicas de relaxamento, como ioga ou meditação.


Mantenha a sua rotina diária

Levante-se no horário normal e mantenha a sua rotina habitual. Se perder a sua rotina, isso pode afetar a sua alimentação, por exemplo.
Também é essencial continuar a estar com os seus amigos e familiares. Aproveite esses momentos para partilhar as suas dificuldades e anseios.


Obtenha aconselhamento

Procure conselhos junto de um profissional que possa ajudá-lo a definir estratégias para resolver o problema, por exemplo, negociando dívidas ou procurando novas fontes de rendimento.


Faça um plano financeiro

Identifique o que pode estar a causar-lhe ansiedade. É falta de rendimentos, muitas dívidas ou preocupação com o futuro?
Traçar um plano financeiro em função do motivo pode ajudar a diminuir a ansiedade.
Faça um plano que inclua um orçamento mensal, com a lista de receitas e de despesas. Estabeleça metas e prioridades em relação aos gastos, separando o que é essencial do que é supérfluo.


Melhore a sua literacia financeira

Esta estratégia pode parecer difícil, pois a negação é uma reação comum à ansiedade financeira. No entanto, pode sentir-se mais aliviado, se adotar o hábito de ler artigos ou de aprender termos novos sobre a área das finanças.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico.

Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Artigos relacionados:
Ver mais
Política de Privacidade