pessoa deitada em uma almofada sem conseguir dormir

Perturbações do sono: tipos, sintomas e opções de tratamento

4 mins. leitura

Indíce
  1. 1. Tipos de perturbação do sono
  2. 2. Quais os sintomas?
  3. 3. Quais as causas?
  4. 4. Que tratamentos existem?

Qualquer distúrbio que interfira na qualidade, tempo ou duração do sono é chamada de perturbação do sono.

É um problema de saúde generalizado que afeta milhões de pessoas em todo o mundo e pode prejudicar seriamente a saúde física e mental.

O sono é um componente importante da nossa saúde e bem-estar geral, pois é essencial para inúmeras funções biológicas, incluindo o controlo hormonal, resposta imunológica e a função cognitiva de cada um.

Obesidade, diabetes, síndrome metabólica, doenças cardiovasculares e distúrbios de saúde mental, como melancolia, ansiedade e transtorno bipolar, têm sido relacionados à privação crónica do sono ou à má qualidade do sono.

Existem inúmeros tipos diferentes de distúrbios do sono, cada um com seus próprios sintomas, como narcolepsia, insónia, apneia do sono e síndrome das pernas inquietas.

Uma das formas mais simples de elevarmos os nossos níveis de saúde e felicidade é sem dúvida dormir bem. O sono permite que o corpo recupere e prepare-se para o dia seguinte.

Infelizmente, as perturbações do sono podem dificultar-nos (e muito) a nossa recuperação diária, onde irão ter uma série de efeitos prejudiciais à saúde ao longo do tempo.

Conheça neste artigo as principais perturbações do sono e como poderá minimizar cada uma delas.


Mulher a agarrada às pernas sem conseguir dormir

Tipos de Distúrbios do Sono

Existem vários tipos diferentes de distúrbios do sono, incluindo:

  • Insónia: dificuldade em iniciar ou manter o sono, ou, insónia terminal, que implica em acordar muito cedo, é uma das patologias do sono mais frequentes, estando frequentemente relacionada com o stress;
  • Apneia do Sono: um distúrbio no qual a respiração é interrompida durante o sono, causando ronco, respiração ofegante ou engasgo. Ocorre um bloqueio ligeiro das vias respiratórias, em virtude do relaxamento excessivo dos músculos da via aérea superior. Existem dois tipos de síndrome da apnéia do sono: síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS) e apneia central do sono (CSA);
  • Síndrome das Pernas Inquietas (SPI): uma sensação desconfortável nas pernas que surgem durante o repouso levando a um forte desejo de movê-las. Geralmente ocorre ao final do dia e à noite o que pode levar à privação do sono;
  • Narcolepsia: um distúrbio neurológico que causa sonolência diurna excessiva e ataques súbitos de sono. As pessoas com narcolepsia podem adormecer em horários inadequados, como ao dirigir ou no trabalho;
  • Distúrbios do Ritmo Circadiano: interrupções no relógio interno do corpo, levando a dificuldades no sono. Exemplos incluem jet lag, distúrbio do sono no trabalho por turnos e síndrome da fase atrasada do sono.
  • Sonambulismo: durante o sono profundo pessoas que sofrem de sonambulismo podem levantar-se e caminhar sem estar totalmente acordadas.
  • Bruxismo: uma condição caraterizada pelo ranger ou apertar dos dentes, geralmente durante o sono. Pode causar dores de cabeça, desgaste dos dentes e tensão muscular na mandíbula.

Quais os sintomas nas perturbações do Sono?

Dependendo do tipo de perturbação, os distúrbios do sono podem apresentar uma variedade de sinais e sintomas.

No entanto, alguns sinais generalizados incluem:

  • Ter problemas para adormecer ou manter o sono;
  • Sono excessivo durante o dia;
  • Durante o sono, engasgar, ofegar ou roncar alto;
  • Movimentos involuntários das pernas;
  • Sonolência ou cansaço durante o dia;
  • Dificuldade em focar ou recordar detalhes;
  • Irritabilidade, preocupação ou tristeza;
  • Dores de cabeça diárias.

As causas do distúrbio do sono

Não existe uma causa específica para os distúrbios do sono, na sua maior parte existe um conjunto de circunstâncias que podem incluir:

  • Fatores de estilo de vida, como padrões irregulares de sono, cafeína e consumo de álcool;
  • Stress;
  • Condições médicas, como dor crónica, depressão e ansiedade;
  • Desequilíbrios hormonais, como os associados à menopausa;
  • Fatores ambientais, como ruído, luz e temperatura;
  • Medicamentos que interferem no sono;
  • Fatores genéticos.

Diagnóstico de Distúrbios do Sono

Se suspeitar que tem um distúrbio do sono, é importante procurar orientação médica. O médico pode recomendar um estudo do sono, onde você será monitorado durante a noite num laboratório de sono.

Durante o estudo, a sua atividade cerebral, frequência cardíaca, respiração e movimentos serão medidos para diagnosticar quaisquer distúrbios do sono subjacentes.

No final o médico poderá encaminhar para a melhor solução possível dependendo do seu caso.


Mulher a dormir

Os tratamentos para as diferentes perturbações do sono

Existem várias opções de tratamento para distúrbios do sono e cada um depende do distúrbio que afeta cada uma das pessoas. Ainda assim, podemos categorizar os diferentes tratamentos, sendo eles:

  • Mudanças no estilo de vida: Melhorar a higiene do sono, evitar cafeína e álcool e manter um horário regular de sono.
  • Terapia Cognitiva Comportamental (TCC): um tipo de terapia que ajuda a mudar padrões de pensamento e comportamentos negativos que contribuem para as dificuldades de sono.
  • Medicamentos: como sedativos, antidepressivos e medicamentos para a síndrome das pernas inquietas.
  • Máquinas de pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP): para o tratamento da apneia do sono.
  • Terapia de luz: para o tratamento de distúrbios do ritmo circadiano.
  • Cirurgia: em casos raros, a cirurgia pode ser recomendada para a apneia do sono.

Afinal, dormir é o melhor remédio?

A saúde geral e o bem-estar podem ser significativamente afetados pelas perturbações do sono.

É crucial obter ajuda médica se estiver a ter problemas para dormir, a fim de identificar o problema subjacente e criar um plano de tratamento adequado.

Muitos distúrbios do sono podem ser minimizados de forma eficaz com um diagnóstico e tratamento corretos, permitindo um sono confortável e revitalizante.

Nunca se esqueça, “Bom sono e boa comida, acrescentam a vida”

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico.

Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Artigos relacionados:
Ver mais
Política de Privacidade