rapaz com dor nas costas

Dores nas costas? Saiba o que as pode estar a causar

5 mins. leitura

Indíce
  1. 1. Tipologia
  2. 2. Quais as causas?
  3. 3. Sintomas e como aliviar
  4. 4. Prevenção e Tratamento.

A dor nas costas pode ser um dos sintomas de diversas patologias. Pode manifestar-se na região lombar, na zona torácica ou na zona do pescoço. Se persistir por muito tempo, pode interferir significativamente na qualidade de vida da pessoa.

Identificar onde se localiza a dor e a causa subjacente é, por isso, crucial para encontrar tratamentos que permitam aliviar o desconforto.

Neste artigo, vamos explicar como se classificam as diferentes dores de costas e o que as pode originar.


mulher sente dores nas costas enquanto está sentada à secretária

Tipos de dor de costas

A dor nas costas é classificada consoante a sua localização:

  • Lombalgia: quando afeta a região lombar ou sacral;
  • Dorsalgia: quando afeta a região dorsal ou torácica;
  • Cervicalgia: quando afeta a região cervical, ou seja, o pescoço.

É o tempo de duração que determina o nível de gravidade da dor de costas:

  • Dor aguda: quando acontece de repente e, por norma, dura de alguns dias a algumas semanas;
  • Subaguda: pode surgir repentinamente ou ao longo do tempo e ter a duração de 4 a 12 semanas;
  • Crónica: pode surgir rápida ou lentamente, acontecendo diariamente e com uma duração superior a 12 semanas.

Pode, ainda, ser classificada como local, irradiada ou referida:

  • Dor local: é o tipo de dor mais comum e surge numa zona específica. As mudanças de posição podem agravar ou aliviar a dor;
  • Dor irradiada: estende-se da coluna para outras regiões do corpo. A mais frequente é a dor ciática, que ocorre devido à compressão do nervo ciático, que desce das costas pela perna e pode descer até ao pé ou apenas até o joelho. A dor pode agravar ao tossir, espirrar ou ao fazer algum esforço;
  • Dor referida: é a dor sentida numa área diferente da verdadeira causa da dor. O movimento não faz piorar a dor, ao contrário das dores musculoesqueléticas.

Causas comuns para as dores de costas

A dor nas costas pode ter origens múltiplas e a avaliação de um profissional de saúde é essencial para determinar a causa específica e desenvolver um plano de tratamento adequado.

Há também fatores de risco que podem ser identificados, ainda que nem todos possam ser prevenidos, como o processo natural de envelhecimento.


Problemas estruturais

O desconforto pode surgir devido a problemas estruturais que se desenvolvem na coluna, discos, músculos, ligamentos ou tendões nas costas, nomeadamente:

  • Espondilose (ou artrose na coluna): é uma condição degenerativa da coluna que, dependendo dos segmentos afetados, pode causar desconforto na cervical, dorsal ou lombar;
  • Contratura muscular: está relacionada com más posturas, sendo mais frequente na região lombar;
  • Entorse: quando os ligamentos são esticados ou rasgados, normalmente por torção ou levantamento inadequado;
  • Distensão: quando há lesões nos músculos ou tendões adjacentes;
  • Doença degenerativa do disco: é uma condição que afeta os discos intervertebrais da coluna que atuam como amortecedores, permitindo movimentos suaves e flexíveis. Com o envelhecimento e devido a outros fatores, os discos podem sofrer alterações degenerativas que impactam a sua estrutura e função;
  • Hérnia discal cervical ou lombar: ocorre quando a estrutura interior de um disco intervertebral se projeta para fora, podendo comprimir os nervos adjacentes e causar dor;
  • Espondilolistese: dá-se quando uma vértebra escorrega para a frente em relação à vértebra subjacente, causando dor nas costas;
  • Estenose espinhal: envolve o estreitamento do canal espinhal, podendo levar à compressão dos nervos e causar dor;
  • Fratura de vértebras: pode ser causada por compressão da coluna;
  • Escoliose: trata-se de uma deformidade na coluna vertebral caracterizada pela existência de desalinhamento lateral anormal;
  • Dor miofascial: é caracterizada pela rigidez e dor nos músculos que sustentam a coluna devido a danos nos músculos.

Condições Inflamatórias

Várias condições inflamatórias podem afetar os tecidos junto à coluna vertebral e levar à inflamação das articulações, músculos, ligamentos ou discos intervertebrais:

  • Espondilite anquilosante: é uma forma de artrite inflamatória que afeta principalmente as articulações da coluna vertebral, resultando em dor e rigidez;
  • Outros tipos de artrite inflamatória da coluna vertebral.

Outras condições médicas

As dores de costas podem, ainda, ser causadas por outras condições médicas, tais como:

  • Doenças respiratórias: ainda que nada tenham que ver com a coluna, doenças como a pneumonia podem fazer sentir pontadas ou dor nas costas;
  • Osteoporose: embora não cause dor diretamente nas costas, as fraturas mais comuns resultantes da fragilidade óssea ocorrem na coluna vertebral, sendo chamadas fraturas vertebrais por compressão;
  • Fibromialgia: é uma condição que causa dor muscular generalizada e fadiga;
  • Cálculos renais ou infeção renal;
  • Pedra na vesícula;
  • Endometriose: quando o tecido que normalmente reveste o interior do útero cresce fora do útero, causando diversos sintomas, incluindo dores nas costas;
  • Cólicas menstruais: a dor pode irradiar para as costas;
  • Infeções que envolvem os ossos da coluna ou os discos entre esses ossos;
  • Tumores que se desenvolvem na coluna ou no espaço atrás da cavidade abdominal (retroperitónio);
  • Obesidade: o excesso de peso coloca pressão adicional na coluna vertebral;
  • Ansiedade e depressão: podem contribuir para a dor ou intensificar a sensação de desconforto;
  • Gravidez: a dor nas costas pode surgir, devido às mudanças físicas e hormonais que ocorrem no corpo da mulher;
  • Acumulação de gases: pode causar dor abdominal que pode irradiar para as costas.

mulher ajuda senhor que sente dor nas costas

Sintomas e como aliviar

Dependendo da causa, tipo e localização da dor nas costas, também pode sentir:

  • Agravamento da dor ao levantar e dobrar;
  • Aumento da dor ao deitar, sentar ou ficar em pé;
  • Dor intermitente;
  • Rigidez ao acordar e diminuição da dor com atividade;
  • Dor que irradia das costas para as pernas;
  • Dormência ou fraqueza nas pernas ou pés.

Quando causadas por algum esforço ou má postura, normalmente, as dores de costas duram pouco tempo. Em casa, para as aliviar, pode aplicar gelo, usar compressas quentes após a fase de inflamação, repousar, bem como realizar exercícios de alongamento.

No entanto, deve consultar um médico, se a dor não melhorar após algumas semanas ou se, além da dor na coluna, sentir também:

  • Dor intensa e constante que não melhora com medicação e piora à noite;
  • Dor nas costas após uma queda ou lesão;
  • Perda de peso sem razão aparente;
  • Dificuldade em urinar;
  • Perda de controlo do intestino ou bexiga;
  • Febre;
  • Dormência, formigueiro ou fraqueza numa ou em ambas as pernas;
  • Dor associada a uma sensação latejante no abdómen.

Prevenção e tratamento

Há medidas que podem ser adotadas para prevenir as dores de costas, sendo que algumas também podem ajudar a aliviar o sintoma:

  • Manter um peso saudável;
  • Praticar exercício para fortalecer os músculos das costas e abdómen;
  • Fazer exercícios de alongamentos regularmente;
  • Manter uma boa postura;
  • Evitar movimentos repetitivos;
  • Evitar carregar peso em excesso;
  • Levantar peso em segurança, ou seja, deve dobrar os joelhos e levantar com a ajuda das pernas.

O tratamento vai depender da causa e da gravidade da dor. Em alguns casos, pode ser tratada em casa com algumas medidas gerais de autocuidado. Contudo, nas situações mais graves, é necessário consultar um profissional de saúde para o diagnóstico correto. Se o problema estiver na coluna, o tratamento poderá incluir medicação, fisioterapia ou até mesmo cirurgia.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico.

Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Política de Privacidade