mulher grávida no campo a sorrir para a barriga

Saúde Mental na Gravidez: Cuidados Essenciais para o Bem-Estar Materno

3 mins. leitura

Indíce
  1. 1. Que sinais devemos estar atentos?
  2. 2. Suporte Social
  3. 3. Atividade física e alimentação
  4. 4. Terapia
  5. 5. Saúde Mental vs. Gravidez

A gravidez é um período de grandes mudanças físicas, emocionais e hormonais na vida de uma mulher.

Neste contexto, a saúde mental desempenha um papel fundamental, pois afeta não apenas o bem-estar da gestante, mas também o desenvolvimento saudável do feto e o vínculo entre mãe e bebé.

A saúde mental na gravidez refere-se à capacidade da mulher de lidar com as emoções, o stress e as demandas da gestação, bem como de manter um equilíbrio emocional saudável.

Cuidar da saúde mental durante esse período é essencial para promover uma gravidez tranquila e saudável, reduzindo os riscos de complicações e preparar-se para a maternidade.


Mulher a abraçar a barriga

Distúrbios de Saúde Mental na Gestação: Conheça os Sinais de Alerta

Durante a gravidez, é comum que as mulheres experimentem uma ampla gama de emoções, que vão desde alegria e entusiasmo até ansiedade e preocupação.

No entanto, em alguns casos, podem surgir problemas de saúde mental que requerem atenção e intervenção adequada. Estima-se que cerca de 10 a 20% das mulheres enfrentem distúrbios de saúde mental durante a gestação, sendo os mais comuns a depressão pré-natal e a ansiedade.

É importante estar atento aos sinais de alerta:

  • Mudanças repentinas de humor;
  • irritabilidade intensa;
  • Insónia;
  • Falta de interesse nas atividades diárias;
  • Sentimentos persistentes de tristeza;
  • Medo excessivo.

Suporte Social: Um Pilar Fundamental para a Saúde Mental na Gravidez

É importante ressalvar que a saúde mental na gravidez não se limita apenas à mãe.

O bem-estar emocional do parceiro também desempenha um papel crucial nesse período. Afinal, a chegada de um filho é uma experiência compartilhada, e o apoio emocional mútuo é fundamental para lidar com os desafios da gravidez e os cuidados com o bebé.

Não obstante, é igualmente importante avaliar os recursos disponíveis a fim de garantir que o casal tem condições de cuidar da saúde do bebé, além de providenciar uma vida com conforto para família.

O diálogo aberto e a expressão dos sentimentos podem aliviar o peso emocional e proporcionar um ambiente acolhedor.

Felizmente, existem diversas estratégias e recursos disponíveis para promover a saúde mental durante a gravidez.

Um dos pilares fundamentais é o suporte social.

É essencial que a gestante tenha um sistema de apoio sólido, composto por familiares, amigos e profissionais de saúde.


Mulher grávida a fazer exercício

Atividade Física e Alimentação Saudável: Cuidados para Promover o Bem-Estar Emocional

Além disso, a prática de atividades físicas suaves, como caminhadas e ioga pré-natal, pode ajudar a reduzir o stress e promover o bem-estar mental.

Ler sobre maternidade em blogues, livros e grupos nas redes sociais, além de trocar experiências com outras mulheres que já passaram pelo mesmo, ajuda na aproximação ao assunto e a estar mais confortável com a nova dinâmica.

Pode também consultar o nosso artigo 6 com exercícios para grávidas e a sua importância para ter alguns exemplos de exercícios que pode fazer nesta etapa tão especial para a mulher.

A alimentação equilibrada e rica em nutrientes também desempenha um papel importante, fornecendo os elementos necessários para o funcionamento adequado do cérebro e a estabilidade emocional.

Neste assunto, consulte o nosso artigo Alimentação na gravidez: manter-se saudável e nutrida onde poderá verificar dicas e refeições para ter uma gravidez saudável e com os nutrientes que necessita.


Terapia Psicológica: Um Recurso Valioso para a Saúde Mental na Gravidez

A terapia psicológica individual ou em grupo é outra opção de tratamento eficaz para as mulheres que enfrentam problemas de saúde mental durante a gravidez.

O acompanhamento profissional pode fornecer ferramentas e estratégias para lidar com os desafios emocionais, além de oferecer um espaço seguro para discutir os medos, angústias e preocupações.

Em casos mais graves, quando a saúde mental da gestante está significativamente comprometida, a medicação sob orientação médica adequada pode ser considerada.

No entanto, é importante destacar que a decisão de utilizar medicamentos durante a gravidez deve ser cuidadosamente avaliada, levando em consideração os riscos e benefícios para a mãe e o feto.


Mulher grávida deitada a dormir

É importante manter uma saúde mental saudável durante a gravidez

O cuidado com a saúde mental durante a gravidez é essencial para promover o bem-estar materno e estabelecer as bases de uma experiência positiva tanto para a mãe quanto para o bebé.

Com o suporte social adequado, a prática de atividades físicas suaves, uma alimentação saudável e a terapia, é possível enfrentar os desafios emocionais desta fase com mais equilíbrio e tranquilidade.

Caso seja necessário, não hesite em procurar ajuda profissional e em construir uma rede de apoio sólida.

A saúde mental importa, e cuidar dela durante a gravidez é fundamental para uma jornada mais saudável e feliz, seja para a mãe, seja para o crescimento do bebé dentro do útero materno.

Revisão de Médica Convidada:

Dr.ª Ana Torre

Fontes:

  • American College of Obstetricians and Gynecologists. (2018). Committee Opinion No. 757: Screening for perinatal depression. Obstetrics and Gynecology, 132(5), e208-e212.
  • National Institute for Health and Care Excellence. (2014). Antenatal and postnatal mental health: Clinical management and service guidance. NICE Clinical Guideline 192.
  • Carter, A. S., & Carter, A. B. (2015). Prenatal mental health: Identifying risk and intervention approaches. Pediatric Clinics of North America, 62(5), 1109-1123.
  • Field, T. (2017). Pregnancy and labor massage therapy: A narrative review. International Journal of Environmental Research and Public Health, 14(7), 769.
  • Giallo, R., Woolhouse, H., Gartland, D., Hiscock, H., & Brown, S. (2015). The emotional-behavioural functioning of children exposed to maternal depressive symptoms across pregnancy and early childhood: A prospective Australian pregnancy cohort study. European Child & Adolescent Psychiatry, 24(10), 1233-1244.

Tags:

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico.

Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Artigos relacionados:
Ver mais
Política de Privacidade