mulher olha para homem que está a pensar

Já ouviu falar em overthinking? Saiba o que é e como controlar

3 mins. leitura

Indíce
  1. 1. O que é?
  2. 2. Quais os sinais?
  3. 3. Quais as consequências?
  4. 4. Estratégias a aplicar

Seja por razões pessoais ou profissionais, é normal passarmos algum tempo a refletir sobre determinado assunto, mas o overthinking, ou pensar demasiado, pode tornar-se problemático quando interfere na nossa capacidade de tomar decisões eficazes.

Pensar demais também pode ter consequências no nosso bem-estar e na nossa saúde, pelo que é importante estar atento aos sinais e adotar estratégias para contrariar esta situação. Conheça algumas, neste artigo.


O que é o overthinking?

Overthinking é um termo inglês, que pode ser traduzido para “pensar demais”, em português.

Trata-se de um padrão de pensamento repetitivo e preocupado, em que as pessoas ficam presas, analisando situações passadas ou futuras de uma maneira excessiva e, muitas vezes, negativa.

Vários estudos sugerem que pensar demais pode estar associado à depressão, ansiedade e stress pós-traumático.


Sinais de que pode estar a pensar demasiado

Há alguns sinais que podem ajudar a perceber se os seus pensamentos são excessivos, nomeadamente quando:

  • Não consegue pensar ou concentrar-se em mais nada;
  • Sente que é impossível relaxar;
  • Está constantemente preocupado ou num estado ansioso;
  • Fica fixado em coisas que estão fora do seu alcance e controlo;
  • Se sente mentalmente esgotado e exausto;
  • Tem muitos pensamentos negativos;
  • Repete mentalmente uma situação ou experiência;
  • Tenta adivinhar as decisões a tomar;
  • Imagina os piores cenários possíveis.

mulher com dificuldades de se concentrar devido ao overthinking

Quais as consequências para a saúde

Há quem acredite que pensar muito sobre algo pode ajudar a antecipar ou a resolver problemas.

Na verdade, acontece exatamente o oposto, pois o overthinking impede-nos de pensar ou concentrar em qualquer outra coisa, podendo, igualmente, ter implicações na nossa saúde e bem-estar.

Além de insónias, dificuldades de concentração e falta de energia, pensar demasiado pode, ainda, contribuir para o desenvolvimento ou agravamento de algumas perturbações como:

O overthinking também pode causar problemas físicos, mais ou menos ligeiros, como dores nas costas ou desconforto gástrico.


mulher de olhos fechados a relaxar numa varanda

11 estratégias para parar de pensar demais

Para controlar o overthinking, considere as seguintes estratégias:

  1. Reconheça o padrão: desenvolva a capacidade de perceber que está a pensar demasiado e reconheça os efeitos negativos que têm em si;
  2. Mantenha-se no presente: foque a sua atenção no hoje e observe os seus pensamentos sem julgá-los;
  3. Estabeleça limites para pensar: defina um tempo específico para se preocupar ou refletir sobre algum assunto. Reserve um período limitado, como 10 minutos por dia, para lidar com esses pensamentos e, em seguida, direcione a sua atenção para outras atividades;
  4. Desafie os seus pensamentos: questione a validade e a utilidade de estar a pensar demais. Muitas vezes, os pensamentos têm como base preocupações irracionais ou cenários improváveis. Tente encontrar evidências que suportem ou refutem esses pensamentos;
  5. Mantenha-se ocupado: pratique exercício físico ou hobbies para o ajudar a distrair a mente. Concentre-se em atividades que exijam a sua atenção e envolvimento ativo;
  6. Aceite os seus erros: em vez de se martirizar pelos seus atos, seja mais compreensivo consigo próprio para poder avançar;
  7. Respire profundamente: quando sentir que está a pensar demais, feche os olhos e respire profundamente três vezes, deixe o seu corpo dominar a mente;
  8. Experimente meditar: criar uma rotina de meditação vai ajudar a manter a sua mente clara e longe dos pensamentos negativos;
  9. Celebre os seus sucessos: faça uma lista de todas as metas que já atingiu. Quando se sentir preso numa espiral de pensamentos negativos, recorra a esta lista;
  10. Faça acontecer: se os pensamentos estão relacionados com algo que pode mudar, deixe de pensar e passe à ação;
  11. Procure apoio: partilhe os seus pensamentos e preocupações com os seus amigos, familiares ou com um profissional de saúde mental. Estes podem oferecer-lhe perspetivas diferentes e conselhos úteis.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico.

Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Artigos relacionados:
Ver mais
Política de Privacidade