rapaz a sorrir

12 doenças que se manifestam na boca

5 mins. leitura

Indíce
  1. 1. Saúde Oral vs. Saúde Geral
  2. 2. Anemia
  3. 3. Sífilis
  4. 4. Osteoporose
  5. 5. Diabetes

É, sem dúvida, importante consultar regularmente o dentista. Estas visitas são úteis para o tratamento de cáries, entre outros problemas orais, e também para detetar eventuais doenças que se manifestam na boca.

Conheça, a seguir, a ligação entre a saúde oral e a saúde geral, bem como algumas condições médicas que podem apresentar sintomas visíveis na cavidade oral.


A ligação entre a saúde oral e a saúde geral

Embora possam parecer estar divididas, a saúde oral e a saúde geral do organismo estão, na verdade, interligadas. Muitas vezes, é na boca que surgem os primeiros sinais — ou mesmo os únicos sinais — de determinadas doenças.

Por outro lado, a saúde oral e a saúde geral também se interligam em aspetos como sono, nutrição e saúde mental.

Assim, além de ajudarem a manter sorrisos saudáveis, os dentistas podem igualmente ajudar na capacidade de mastigar, deglutir e obter a nutrição adequada, bem como auxiliar pessoas com apneia obstrutiva do sono, entre outros distúrbios respiratórios.

É, ainda, importante referir que uma saúde oral comprometida pode acarretar alguns problemas de saúde, pois na boca estão presentes vários microrganismos que podem multiplicar-se, causando cáries dentárias e doenças periodontais. Além disso, podem espalhar-se para outras partes do corpo, através da corrente sanguínea, e causar problemas cardiovasculares, cerebrovasculares, doenças respiratórias, entre outras complicações.

Podemos, então, considerar que uma boa saúde oral, com dentes e gengivas saudáveis, é indicadora de um corpo saudável.


dentista a analisar boca de paciente

Conheça 12 doenças que se manifestam na boca

Antes de dar a conhecer a lista de algumas doenças que se manifestam na boca, importa alertar que a presença de sintomas ou sinais na cavidade oral nem sempre são sinónimo de um diagnóstico definitivo.

Consultar um profissional de saúde é essencial para avaliação, diagnóstico e tratamento adequados. Com exames médicos apropriados, é possível determinar a causa subjacente dessas manifestações e adotar as medidas necessárias para garantir uma ótima saúde geral.


1. Anemia

Na anemia, os tecidos do organismo não são suficientemente oxigenados porque os glóbulos vermelhos ou a concentração de hemoglobinas no sangue estão abaixo do normal. As manifestações na boca podem ser, muitas vezes, o primeiro sinal da doença.

No entanto, há vários tipos de anemia e as mais comummente associadas às manifestações orais incluem a anemia microcítica, por deficiência de ferro, e anemia macrocítica, por deficiência de vitamina B12. Contudo, todas as formas de anemia, quando moderadas ou severas, podem resultar na palidez da mucosa.

Assim, na anemia, os principais sintomas na cavidade oral são palidez de mucosa e doença periodontal. Quando a anemia é crónica, podem ocorrer também atresia papilar lingual (língua "careca" por perda de papilas filiformes), estomatite angular e pigmentação dentária.


2. Doenças autoimunes

As doenças autoimunes são um grupo de condições inflamatórias crónicas, nas quais o sistema imunológico do corpo ataca células e tecidos saudáveis em vez de proteger o organismo contra invasores externos. Este grupo faz também parte das doenças que se manifestam na boca.

Doenças como lúpus, Crohn, artrite reumatoide e síndrome de Sjögren podem causar úlceras, hiperplasia gengival, aftas, inchaço nas glândulas salivares e outras manifestações orais.


3. Doença de Alzheimer

A doença de Alzheimer é uma condição neurodegenerativa que afeta, principalmente, a função cognitiva, como memória, linguagem e pensamento.

Ainda que os sintomas orais diretos não sejam muito comuns, podem surgir alguns devido aos efeitos indiretos da doença. Dificuldade em realizar a higiene oral, alterações na capacidade de deglutição e lesões na mucosa são alguns exemplos.


4. Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (SIDA)

Os problemas orais, como lesões na mucosa, são bastante comuns em pessoas com Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (SIDA). Quem tem VIH/SIDA é mais suscetível a infeções oportunistas na boca, como candidíase e leucoplasia pilosa (lesão em relevo que surge lateralmente na língua), devido à imunidade comprometida.


5. Sífilis

A sífilis é uma infeção sexualmente transmissível, causada pela bactéria Treponema pallidum. O aparecimento de uma pequena ferida que demora a cicatrizar na boca pode ser um dos primeiros sinais desta infeção. Também podem surgir inflamações das mucosas da boca e pequenas manchas vermelhas.


6. Osteoporose

Dentes que se deslocam ou caem de forma inesperada podem indicar um estágio avançado de doença gengival. Além disso, a perda de dentes pode também ser um dos primeiros indícios de osteoporose, uma condição que resulta na redução da densidade óssea e enfraquecimento dos ossos.

Algumas pesquisas indicam uma associação entre a osteoporose e a diminuição da densidade óssea na mandíbula. Este problema é particularmente comum em idosos. A perda dentária pode ocorrer quando a osteoporose afeta, então, a mandíbula, pois é esta que sustenta os dentes.

De referir, ainda, que a osteoporose passa frequentemente despercebida até que ocorra uma fratura óssea. As mulheres com osteoporose têm três vezes mais probabilidade de sofrer perda de dentes em comparação com aquelas que não apresentam esta condição.

faixa de teste de glicemia e dedo com gota de sangue

7. Diabetes

A diabetes é uma doença metabólica caraterizada pela subida anormal da glicose no sangue. Além das várias consequências para a saúde em geral, é também associada a diversas doenças e lesões na boca.

As primeiras manifestações da mucosa incluem língua fissurada, gengivas vermelhas, halitose (mau hálito), boca seca e aftas. Os diabéticos têm, ainda, risco aumentado para infeções fúngicas orais, nomeadamente a candidíase. A cárie, a periodontite e a gengivite são também mais comuns em pessoas com diabetes.


8. Leucemia

A leucemia é um cancro que afeta as células do sangue e que se revela pelo aumento de leucócitos ou glóbulos brancos. As manifestações orais são mais comuns nas leucemias agudas do que nas leucemias crónicas. Assim, o inchaço, inflamação, sangramento espontâneo das gengivas e equimoses nas superfícies mucosas da boca são mais associados à leucemia mieloide aguda.


9. Doença renal

A doença renal pode levar a várias manifestações orais e problemas na boca, muitas vezes como resultado de alterações metabólicas e imunológicas. Alguns dos sinais e sintomas mais comuns são halitose, cáries, boca seca, gengivite e periodontite, bem como alterações no paladar e sangramento das gengivas e de outras áreas da boca.


10. Cancro da boca

O cancro da boca pode afetar qualquer parte da cavidade oral, incluindo lábios, língua, gengivas, céu da boca e bochechas. Os principais fatores de risco incluem o tabagismo, consumo excessivo de álcool e infeção pelo Vírus do Papiloma Humano (HPV).

Numa primeira fase, podem surgir manchas brancas ou avermelhadas, uma massa ou uma úlcera que não cicatriza. Estas lesões começam por ser indolores e, progressivamente, acabam por provocar dor .


11. Doença hepática

Distúrbios hepáticos podem causar mau hálito, gengivite, boca seca, inflamação da língua e mucosas, hipoplasia de esmalte (esmalte dentário subdesenvolvido), entre outras complicações orais. Isto ocorre devido à incapacidade do fígado em processar toxinas eficazmente.


12. Perturbações de comportamento alimentar

A erosão do esmalte dentário é, muitas vezes, sinal de perturbações de comportamento alimentar como, por exemplo, a bulimia. Outros sinais incluem cáries, sensibilidade dentária, sangramento gengival doloroso e glândulas salivares inchadas devido aos vómitos autoinduzidos com frequência, que também podem causar secura da boca, língua e lábios.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico.

Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Política de Privacidade