mulher com a mão na boca com um ar pensativo

Sintomas de gravidez: será que sabe quais são os primeiros sinais?

5 mins. leitura

Indíce
  1. 1. Principais Sintomas
  2. 2. Sintomas menos comuns
  3. 3. Cuidados a ter na Gravidez

Descobrir que está grávida é um momento emocionante e transformador na vida de uma mulher. Muitas vezes, os primeiros sintomas de gravidez podem passar despercebidos, ser associados a alguns problemas de saúde ou confundidos com sintomas pré-menstruais.

A gravidez dura em média 40 semanas. Normalmente, os primeiros sinais de gravidez são a ausência de menstruação e tensão mamária. No entanto, os sintomas são diversos, não surgem todos ao mesmo tempo, variam de mulher para mulher e de gestação para gestação. Além disso, há mulheres que sentem poucos ou nenhuns sintomas.

Uma vez que existem tantas variáveis, é essencial saber reconhecer os principais sintomas iniciais da gravidez, bem como os menos habituais, para garantir uma gestação saudável e acompanhamento adequado.


Principais sintomas de gravidez

Saiba, a seguir, quais os sintomas mais comuns do início de uma gravidez, porque se manifestam e como.


Atraso menstrual

É frequentemente o sinal mais óbvio de gravidez. Se uma mulher em idade reprodutiva tem um ciclo menstrual regular e percebe um atraso, mesmo usando um método contracetivo, pode ser um indicativo precoce de que está grávida. No entanto, se a mulher tiver um ciclo menstrual irregular, este sinal pode ser enganador.

mulher a tocar nas mamas

Sensibilidade mamária e aumento do volume das mamas

Ocorre no início da gravidez, devido às alterações hormonais. Esta situação pode causar dor. Contudo, o desconforto tende a diminuir após algumas semanas, à medida que o corpo se adapta às alterações hormonais.

Além de uma maior sensibilidade e do aumento do volume, as mamas também podem apresentar alterações, como veias mais visíveis e pigmentação da aréola mais escurecidas.


Aumento da frequência urinária

Urinar com mais frequência do que o habitual acontece porque a quantidade de sangue no corpo aumenta durante a gravidez e, por isso, os rins processam mais líquido para a bexiga.


Enjoos e/ou vómitos

A causa para estes sintomas não é clara, mas acredita-se que na origem estejam as alterações hormonais. Ainda que, normalmente, comecem depois de um a dois meses de gravidez, algumas mulheres sentem os enjoos mais cedo.

Nem todas as mulheres passam por esta experiência. Além disso, os enjoos podem ocorrer a qualquer hora do dia ou da noite e não apenas de manhã.


Fadiga e sonolência

A fadiga e a sonolência são comuns nas primeiras semanas de gravidez. Pensa-se que será o rápido aumento dos níveis de progesterona que causa a sonolência durante o primeiro trimestre da gravidez.


Mudanças de humor

Acontecem devido às alterações hormonais nas primeiras semanas de gravidez. É normal as grávidas irem das lágrimas ao riso em segundos, bem como irritarem-se com facilidade.


Cólicas uterinas

Também frequentes, as cólicas uterinas causam algum desconforto e inchaço abdominal, que podem ser confundidos com sintomas pré-menstruais.


Obstipação intestinal

Devido às alterações hormonais, o sistema digestivo fica mais lento, causando obstipação (prisão de ventre).


Desejos e aversão por determinados alimentos

Nas primeiras semanas de gestação, é habitual a grávida passar a gostar de alimentos que antes não gostava e vice-versa.

Também podem surgir desejos por produtos não alimentares. Nestas situações, é aconselhável falar com o médico assistente, porque pode representar algum défice de micronutrientes, como zinco, ferro ou selénio.


Tonturas

Podem ocorrer tonturas, devido a fatores como tensões baixas, diminuição dos níveis de açúcar no sangue, stress, fadiga ou alimentação insuficiente, ocasionada pelos enjoos.


Corrimento vaginal

É um sintoma comum, normalmente mais intenso no segundo trimestre de gravidez, mas pode surgir logo no início. Este corrimento deve ser espesso, branco ou transparente e sem odor. Se não for, aconselhe-se com o seu médico.


Sintomas de gravidez menos comuns

Embora muitas mulheres estejam familiarizadas com os sintomas comuns de gravidez, é importante ter em conta que os sinais podem variar de grávida para grávida, havendo alguns menos frequentes.


Sangramento vaginal

Este é o primeiro sinal discreto de gravidez. Nem todas as mulheres têm este sintoma. As que têm nem sempre o reconhecem como sinal, por ser um sangramento ligeiro. Este sangramento deve-se à implantação do óvulo fecundado no útero, entre 10 a 14 dias após a conceção.


Alterações na pele do rosto

Por vezes, devido às alterações hormonais, surgem alterações na pele do rosto, nomeadamente manchas escuras, conhecidas como cloasma ou "pano".


Acne

A acne pode ser outro sintoma precoce de gravidez, ainda que possa surgir em qualquer altura da gestação. São as alterações hormonais que provocam o seu desenvolvimento ou agravamento em mulheres já com acne.

O ideal é lavar a cara duas vezes ao dia, usando um produto suave e água morna, e usar cremes de rosto adequados. No entanto, antes de usar qualquer produto, é importante confirmar com o médico se são seguros.


Congestão nasal

A congestão, ou rinite gestacional, é causada pelo aumento dos níveis hormonais e da produção de sangue, fazendo inchar as mucosas nasais. Também pode ocorrer sangramento no nariz.


Gengivas sensíveis e sangramento

Devido ao aumento do fluxo sanguíneo e às mudanças hormonais, as gengivas ficam mais sensíveis, podendo ocorrer sangramento.


Aversão a certos odores e alterações no paladar

Para algumas mulheres, cheiros antes inofensivos podem tornar-se desagradáveis.

Também podem dar-se alterações no paladar, sendo que algumas mulheres relatam um sabor "metálico" na boca - chamado disgeusia -, que pode ser causado pelas alterações hormonais.

Outra situação que pode acontecer é a produção de saliva em excesso.

mulher deitada no sofá a sentir dor de cabeça

Dores de cabeça

Há mulheres que sofrem de dores de cabeça, no início da gravidez, devido ao aumento dos níveis de estrogénio no corpo. Stress e fadiga podem também causar dores de cabeça.

Antes de tomar qualquer medicamento para atenuar as dores de cabeça, a grávida deve consultar o seu médico assistente.


Cuidados a ter na gravidez

Para se certificar de que está grávida, a mulher deve fazer um teste de gravidez. Logo que obtenha a confirmação, é importante iniciar de imediato o acompanhamento médico pré-natal, para evitar complicações durante a gestação.

É crucial ir às consultas regulares, fazer os exames e evitar tomar medicamentos sem falar com um profissional de saúde, mesmo que sejam de venda livre, para garantir que são seguros, tanto para a mãe como para o bebé.

Durante a gravidez, a mulher deve evitar o tabaco e álcool, bem como garantir o descanso adequado, ter uma dieta equilibrada e manter uma ingestão hídrica adequada. É recomendável também a prática de exercício físico moderado, para prevenir problemas como o ganho excessivo de peso, hipertensão ou diabetes gestacional.

Procurar informações sobre o processo de gravidez, o parto e o pós-parto pode ajudar a reduzir a ansiedade e a melhorar a preparação para a chegada do bebé.

Estes são cuidados gerais. Porém, cada gravidez é única e, por isso, deve sempre procurar o acompanhamento de um médico obstetra para uma orientação personalizada.

Aviso: O Blog Mais Saúde é um espaço meramente informativo. A Medicare recomenda sempre a consulta de um profissional de saúde para diagnóstico ou tratamento, não devendo nunca este Blog ser considerado substituto de diagnóstico médico.

Encontre aqui profissionais de saúde perto de si.

Contribua com sugestões de melhoria através do nosso formulário online.

Este artigo foi útil?

Obrigado pelo seu feedback.

Partilhe este artigo:

Obrigado pela sua preferência.

Irá receber no seu email as melhores dicas de Saúde e Bem-estar.
Pode em qualquer momento alterar ou retirar o(s) consentimento(s) prestado(s).

Receba as melhores dicas
de Saúde e Bem-estar

Precisamos do seu consentimento para envio de mais informação.

Encontre o melhor
Prestador Medicare perto de si

Código Postal inválido

Pesquise entre os mais de 17 500 Prestadores
da Rede de Saúde Medicare.

Política de Privacidade